18.06.2014

O começo de tudo

O começo de tudo

Eu sempre olhei aquelas fotos de antes/depois de pessoas que passavam por processos de emagrecimento e sempre achava (dando essa desculpa para mim mesma) que elas eram ricas, sei lá, pra comprar só coisas caras e integrais, irem ás melhores academias ou partiam para o processo mais rápido que é passar na faca (e que muitos, depois de passar pela faca, acabam voltando ao normal pois não se cuidam).

Finalmente tenho meu ‘antes e depois’.

São 2 anos de diferença da primeira pra segunda foto. 98kg na primeira e 75kg, no mês de abril.

Depois de ver as fotos de uma ‘conhecida’ magéeeeerrima e pagando de marombeira ‘no pain no gain’, e repetindo várias vezes que se tem que correr atrás do objetivos e ser obediente com sua mente…. Eu lembrei que de começo ela fez uma lipoaspiração. Não foi tão duro, foi só manter, ao meu ver.
No meu caso, perdi 22kg. Não me lembro nunca de uma dieta ter surtido efeito comigo, tanto porque, não me importava muito em perder peso, nem de seguir horários para comer devido a minha incrível preguiça de me mover para me alimentar, isso sempre me manteve em picos de passar o dia inteiro sem comer e quando comer: devorava a casa! Aliás nunca fui de comer fast food –obrigada pai, obrigada mãe.

page page2

Nasci bem pequenininha, e pelo que minha mãe disse, eu tive pneumonia e foi aí que o drama da Asma começou a me perseguir. Obviamente, engordei bem rápido com os medicamentos para evitar crise, e mesmo com os remédios, eu passava mal em dias de mudança climática e/ou ansiedade.

O tempo foi passando, as crises piorando porque eu engordava mais e mais. Não me importava mesmo, já estava acostumada com o ‘você tem asma’, então achava normal parar no hospital sempre. Juventude e suas consequências. Sempre fui aquela gordinha feliz, com vários amigos, uns paquerinhas e sem tempo ruim.
Entrei na academia em 2010 mas foi por causa da cirurgia do joelho (rompi o ligamento na época do escotismo), precisava fortificar e tal. Desisti umas 2 ou 3x, porque preferia ir em rolês e beber.
A principal mudança aconteceu após o término do meu primeiro. Não foi por encanação por conta do meu peso, que por sinal, eu sempre me dei bem com caras Heh. Quando vejo essas fotos, não entendo o que eles viam em mim… Eu fiquei tão mal pelo término do namoro que simplesmente não comia… POR DIAS. Cheguei a ficar na cama por 2 meses quase, comendo com espaço de 2 dias. Deve ter sido a depressão não tratada da adolescência que atacou mas pra minha família sempre foi drama, então ‘uma hora isso tinha que passar’.
E passou: perdi em torno de 15kg e quando percebi, estava bem diferente. Eu não enxergava quando minha família falava que eu estava muito mais magra, eu só via um ser bizarro e com olheiras maiores do que a genética me proporcionou.
Finalmente tomei vergonha na cara e voltei pra academia pra me fortificar, comecei a trabalhar e me ocupar mais. E surpreendentemente: minhas crises de asma diminuíram. Minha asma melhorou tanto pelos exercicios, como pela perda de peso. Comecei a cuidar dos hormônios com anti-concepcional e do quase-hipotireoidismo. Tudo foi se adequando…
Continuei com a preguiça de me alimentar, mas sempre carregava algo na mochila pra comer. Percebi que minhas roupas GG desceram pro M e que a calça 50, caiu drásticamente pra um 44 e meio.
Eu não me mantenho em dieta, não sigo alimentações caras e já fazem dois meses que não vou pra academia por falta de dinheiro mas me sinto 70% melhor.
Só fico triste por ter ficado com muitas estrias por conta da retenção de liquido devido o cortisona pra asma. :/Esse aqui foi só um desabafo depois de ter postado essa montagem acima no instagram/facebook e ter repercutido tão bem.

Estou em um relacionamento muito saudável agora, e ele me apoia de todas as formas. Quando disse sobre a ideia do blog, ele foi o que mais ficou feliz e me incentivou.

Esses dois meses sem academia, consegui manter bem, devo ter engordado uns 3 ou 4kg pelo fato de sempre tá andando por ai mas com a ajuda do blog, espero que muitas de vocês me entendam, percebam do que tive que largar mão com o passar do tempo para me readaptar a uma vida diferente e mais saudável. Nem tanto pela estética (OBVIO QUE ME SINTO MUUUUITO MAIS FELIZ) mas pela minha saúde e a prevenção de uma meia idade melhor.

Ainda estou na luta por menos 13kg, perda da pança, dar um jeito nas estrias ridículas( e que são minhas marcas de guerra!!!!) e 20cm a mais de cabelo!

O blog em si, vai ser um acompanhamento da minha vida e dicas.
Muitas surpresas virão por aí. 😀

  • Marilda Cristina Blasse Pereira em 18.06.2014

    Oi Bela foi passeando pelo cantinho da Leticia(cinza e laranja) que resolvi vim dar uma ''bisbilhotada'' no seu, porque confesso achei o titulo muito atrativo, eu também sou gordinha, mas ha um ano venho mudando, não por me incomodar de ser gorda, mas por conta de uma frase de meu marido que martelou na minha mente e tudo começou assim: Meu marido começou a correr pequenas distancia, segundo ele desde a época de colégio ele sempre gostou de atletismo e tal, e na época que voltou ele voltou mais por hobby mesmo, porque ele não tinha sobrepeso, consequentemente para evitar danos ele começou fazer academia para fortalecer os músculos, o que hoje sei que é imprescindível para quem quer se aventurar pelo mundo das corridas. E eu no começo ficava no meu mundo, mulher 24 horas, trabalho fora, e em casa, marido, filhos, cachorro, família, ou seja, na minha mente, e somente nela, eu não tinha tempo para mais nada. meu marido sempre me convidava para ir pra academia, e eu dizia, que não queria gastar dinheiro e que eu tinha uma bicicleta elíptica a qual eu fazia um dia sim e 4 não(uma vergonha eu sei). Mas ai um dia enquanto conversávamos na cozinha sobre a distancia que ele estava correndo na época era uns 15, 17 k, ele me disse, não faço para perder peso, embora ele tivesse perdido mais de 10 quilos, mas ele me disse, faço isso porque quero ter saúde e disposição para brincar com meus netos!Oi? Isso acendeu uma luz instantânea na minha cabeça, e eu comecei a pensar em mim, que não conseguia subir um lance de escada sem chegar ao finar colocando os pulmões pra fora, e comecei a imaginar ele velho, mas cheio de saúde, e eu tipo na cadeirinha de balanço, por não conseguir acompanhar, e ai tive um clique…Comecei a fazer com mais entusiasmo o elíptico, e devo ter perdido uns 5 quilos, depois fui com uma nutricionista e ai comecei na academia com funcional, essa junção de academia com funcional fez um ano agora em agosto, nesse um ano, eu perdi mais 9 quilos, ganhei mais saúde, e desde março tenho praticado corrida, o que descobri adorar fazer, é o único momento dia meu comigo mesmo, é o melhor, hoje ja corro 16/ 17 k por semana, dividido em 3 X, porque também não tenho pretensão nenhuma de ser atleta! Aprendi a me alimentar melhor, toda minha casa foi no embalo, comer coisas certas na hora certa, a me exercitar e ter prazer com isso, e tenho certeza que quando meus netos chegar eu terei a mesma disposição que meu marido para curtir essa fase, embora eu acredite que va demorar uns anos, mas dizemos sempre que seremos moderninhos! Enfim é isso, e minha frase de ordem ultimamente é ''quem quer arruma um meio, e quem não quer arruma uma desculpa''. E eu posso dizer isso com orgulho, porque que fui a rainha das desculpas por muito tempo, mas hoje so encontro desculpas para não mais ficar em casa, afinal nosso corpo não foi feito pra ficar parado, como diz aquela propaganda de um tenis(eu me lembro a marca) mas nao vou ficar fazendo propaganda que também que não carece né! Bjucas, vou te acompanhar sempre!

    Responder

  • A Bela, não a Fera em 18.06.2014

    Que amor sua história, Marilda <3 Fico muito feliz em ter você compartilhando-a comigo!

    Responder

Translate »