12.04.2015

Here we do, here we pay

Here we do, here we pay

Sabe quando dizem ‘Ah, ele não tem nada de mais, melhor cortar essas ideias de sua mente de começo’?!
Pra mim ele tem tudo de mais.
Um sorriso doce com um olhar que brilha a cada música cantada. Alguns kilometros de praia a mais. Ele não é mais bonito, mais atlético, mais compatível comigo. Tem um reconfortante abraço rápido e aperto de mão (nada mais demorado é permitido). São sempre poucas palavras trocadas e com aquela timidez de ambas as partes. Ele sempre carrega aquele olhar agradecido quando me vê. Ele chama minha atenção quando tá no palco e todos os olhares veem em minha direção.
Que diabos! Até meu amigo já percebeu. Perceber? Mais óbvio do que aquele comentário em voz alta sobre ‘os likes que dá em minhas fotos’.
Até o momento, acreditava que era coisa da minha mente. Que era só eu suprindo uma ideia de algo que poderia acontecer e que ele só era legal comigo, como é com todo mundo… Até meu amigo confirmar minhas suspeitas: – homem tem radar pra isso, Bela.
O de mais que vem dele são palavras de incentivo para que cada dia seja mais um dia de recomeço.
Pode parecer loucura esse tipo de platonismo nos dias de hoje mas aquela coisa impossível é a mais desejada.
Só que eu, mera mortal, continuo na minha, indo aos shows e ouvindo suas músicas em silêncio.

Translate »