18.11.2015

Resenha: A Playlist de Hayden

A playlist de Hayden A Bela não a FeraA Playlist de Hayden

Autor:Michelle Falkoff

Editora: Novo Conceito

Mais informações: Skoob
Sinopse: Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola, o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente. Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava. A PLAYLIST DE HAYDEN é uma história inquietante sobre perda, raiva, superação e bullying. Acima de tudo, sobre encontrar esperança quando essa parte parece ser a mais difícil.A Playlist de Hayden A Bela não a FeraVi vários blogs postando sobre o livro assim que saiu e fiquei curiosa de saber, só pela chamada da contra capa. Não li resenhas e me segurei muito para não comprar o livro. Até que um dia OPA, ELE PULOU NA MINHA BOLSA.

Li o livro em dois dias.

O tema do livro A Playlist de Hayden é delicado: O bullying. Como a maior parte de vocês sabem, sou professora e ler esse livro me fez entrar um pouco mais no dia a dia dos adolescentes.

Um fato, logo ao início da obra, é o de que Hayden já esperava que quem o encontrasse morto no próprio quarto fosse Sam. O que ele deixou não fora um bilhete como geralmente se espera (e que nunca responde de fato o que o fez se matar). Vem em forma subjetiva. Tendo a resposta clara nos últimos capítulos.

A playlist de Hayden A Bela não a Fera

Das resenhas que li, percebi que no final da leitura as pessoas não entenderam a relação das músicas com o que Hayden queria dizer mas só de pensar quando estamos tristes: a música fala por nós. Quando estamos felizes, baladeiros, românticos… Foi isso que Hayden quis mostrar, por exemplo, com a canção Adam’s Song do Blink 182:

Eu nunca pensei que morreria sozinho
Eu ria o mais alto, quem iria saber?!
Eu segui o cabo até a parede
Não é surpresa ele não estar plugado
Fiz tudo ao meu tempo, me apressei
A escolha foi minha, eu não pensei o suficiente
Estou muito deprimido pra continuar
Você vai ser arrepender quando eu me for

Essa música tem a letra tão intensa que explica totalmente o sentimento de qualquer jovem que sofre agressões físicas e/ou morais.

E a cada capítulo, enquanto seu amigo Sam tentava descobrir o por que Hayden teria tirado a própria vida… As músicas diziam o quão solitário Hayden era. Que desapareceria se pudesse. Que o relacionamento ruim com os pais, a dificuldade de aprendizado e o bullying que sofria de seu irmão e colegas (gangue?).

A construção de cada personagem com sua naturalidade e pontos em comum com jovens que conheço me fizeram devorar o livro e fazer com que eu recomende para TO-DOS! E entrou na minha lista de preferidos.

A autora conseguiu abordar o assunto bullying e suicídio de uma forma intrigante e questionadora, fazendo com que a cabeça permaneça com vários ‘porquês’.

Esse livro me fez pensar em TODOS os Haydens, Daniel’s, Gabriel’s, Michelle’s… Todos os jovens que passam por isso TODO DIA.

Esse livro é por TODOS os jovens que pensam em sumir ‘de uma vez‘. Faz com que percebam o quão dura continua a vida de quem vive ao redor.

Translate »