17.08.2016

Resenha: Oscar Wilde Para Inquietos

 

Oscar Wilde Para InquietosResenha Oscar Wilde para Inquietos | A Bela, não a Fera

 

Autor: Allan Percy
Ano: 2012
Editora: Sextante
Páginas: 128
Mais informações: Skoob (3,7)

Sinopse: Oscar Wilde Para Inquietos é uma aula de filosofia extraída da vida e da obra do consagrado autor de O Retrato de Dorian Gray. Nas frases ditas por Wilde ou naquelas expressas por seus célebres personagens, encontramos uma ironia única e uma sabedoria imortal que refletem o brilhantismo de um homem que aproveitou ao máximo os prazeres da vida, sem deixar de observá-la criticamente. Cada capítulo traz uma frase marcante do escritor, que Allan Percy comenta e desenvolve, entrelaçando-as a pensamentos de pessoas renomadas em áreas que vão da dramaturgia à educação, da música à filosofia. São 99 máximas que tratam de assuntos variados, como amor, dinheiro, amizade e convívio social, com uma linguagem clara que põe ao alcance de todos até mesmo a ideia mais refinada. Resenha Oscar Wilde para Inquietos | A Bela, não a Fera

O primeiro livro que li dessa coleção foi o Nietzsche para Estressados (prometo fazer resenha mas não tenho foto do livro ♥ ), que um amigo emprestou. Fiquei tão apaixonada, que comecei a colecionar o restante dos livros, começando com o Oscar Wilde para Inquietos.

Decidi começar com Oscar Wilde, de forma bem randon e vocês vão ver pelo nome dos outros livros, escolhi pela característica que mais me perturbava no momento: inquietude. Eu não paro quieta. Meu cérebro não para de pensar por nem um segundo que seja.

Esse livro começou a modificar minha mente dia após dia. Como? Ele é um tipo de ‘auto ajuda‘, conselhos do migo Wilde (Wilde em inglês significa selvagem hehe), cheio de esperança para que suas atitudes na vida melhorem.

Algumas frases: 

“Não quero ir para o céu: nenhum dos meus amigos está lá”;

“Amar a si mesmo é o começo de um romance que vai durar a vida inteira”;

“Ela se comporta como se fosse bela. Esse é o segredo do seu encanto.”

Os comentários, do autor, para cada frase são elaboradissímas e isso me agradou muito. Quando você lê a frase, algo vem em sua mente e algumas coisas que Allan Percy citou, nem passavam pela minha cabeça. É uma forma de cutucão de alguém de fora da sua caixinha.

No capítulo 14, por exemplo, a frase temática é

” O passado sempre poderia ser anulado. O arrependimento, a negação ou o esquecimento poderiam fazê-lo. Mas o futuro era inevitável.”

O autor destaca o medo de seguir em frente, mantendo seus pés firmes no passado. Essa frase me marcou por que tenho uma amiga que insiste em não deixar os anos em que tinhamos nossa trupe e todos os finais de semana eram memoráveis. Todos nós crescemos, amadurecemos e seguimos a vida. E ela? Ela continua reclamando que ninguém se vê mais, que um ou outro virou a cara… Isso é meio que um medo de seguir em frente. É claro que o futuro é incerto e dá um puta medo, aliás, TUDO que não conhecemos dá medo mas uma hora ou outra, o amadurecimento de pensamentos tem que chegar para não errarmos nos mesmos pontos. 
Resenha Oscar Wilde para Inquietos | A Bela, não a Fera

Afinal, se o inimigo faz algo para te deixar nervoso e você simplesmente não reage, isso mortifica a pessoa! Ela fica sem saber o porque você não fez nada, já que ‘a maioria das pessoas‘ faria. 

PARTE GRÁFICA / EDIÇÃO

Cada capítulo toma uma página, no máximo duas, com o decorrer dos pensamentos do escritor. As letras são grandes e de fácil leitura. É meio um ‘abra em uma página aleatória e leia o conselho’, sabe?!

CAPÍTULO SOBRE OSCAR WILDE

No final do livro rola um resumão da vida do Mr. Wilde, contanto mais como ele viveu e agitou o mundo na época, com seus pensamentos fora da caixinha, como foi cultuado por muitos no início de sua carreira e como chegou ao fim da vida marginalizado pela sociedade. Legal pra quem não conhece nada sobre a história dele e rola até um incentivo de ler suas obras. Coleção Allan Percy - Sextante

Mais livros da Coleção (Resenhas)

  • Einstein para Distraídos
  • Herman Hesse para Desorientados
  • Kafka para Sobrecarregados
  • Nietzsche para Estressados
  • Platão para Sonhadpres

Obs: Tenho o Oscar Wilde, Herman, Kafka e Nietzsche em PDF, se alguém tiver o interesse, me chama inbox no facebook ou me manda um email que compartilho com todo amor e carinho ♥

BEDA 2016

  • vanessa em 17.08.2016

    Olá lindona,
    Eu amo livros assim, depois de sua resenha sinto que preciso ler esse livro.
    Entrou para minha lista.
    Olha.. parabéns pela forma com que escreve, você faz com que as pessoas sintam vontade de ler.
    Amei!!
    Beijocas.

    meumundosecreto

    Responder

  • Paula Reggiori em 17.08.2016

    Eu nunca li um livro que analisa outros livros, não dessa forma peculiar. Gostei muito da proposta!
    Obrigada pelo post HUAHUAHUA

    Um beijo,
    Foca no Glitter

    Responder

  • Bruna em 17.08.2016

    Gostei muito! Proposta super interessante. Já ouvi falar dos outros livros mas nunca li nenhum deles. Fiquei curiosa ^^ Acho que preciso urgente tomar vergonha na cara e começar a colocar minhas leituras em dia para poder ler livros novos rsrsr ctz esse vai entrar pra lista dos que preciso ler ^^ beijos beijos!

    Responder

Translate »