29.11.2016

52 álbuns em 52 semanas – ( Novembro 2016 )

52 álbuns para escutar | A Bela, não a Fera

41º Semana

Florence and the Machine - lungs | A Bela, não a Fera

Florence and the Machine – Lungs

Ano: 2009 / Formação: Florence Welch – voz /Isabella Summers – teclado / Robert Ackroyd – guitarra / Mark Saunders – baixo e percussão / Christopher Lloyd Hayden – bateria / Rusty Bradshaw – piano / Tom Monger – harpa

Disco pai: Adele – 19 (2008) /  Disco Filho: Florence + the machine (2011)

 TOP 3 HITS

 

 

TAG – Para quem gosta de:#MostrarQueSuperouoFimDoNamoro #IntoTheWoods #SagaCrepúsculo

Conheci Florence and the Machines com a música Kiss With a Fist, que fez parte do filme Garota Infernal -e da minha vida porque na época eu tava enrolada com um carinha sem personalidade e eu queria esfregar a cara dele no chão o tempo todo HUSIHAUISHUIHAUISH Também lembro que baixei o CD completo e ficou amorzinho na minha playlist do IPod. Sobre as faixas, Heaven in your arms é a mais famosa por fazer parte da trilha sonora do filme Eclipse ( saga Crepúsculo) e como todo bom e álbum que entra pros queridinhos, as letras são inspiradas por um relacionamento de Florence que chegou ao fim (Adele deixou seu like aqui kkk). O álbum brinca com o pop e o índie: alegres e ao mesmo tempo melancólicas (tem quem classifique como Neofolk também). Sei que depois desse álbum, a sonoridade da banda mudou – e muito – mas vale a pena dar chance primeiramente para esse álbum.

42º Semana

Depeche Mode - Misc for the masses | A Bela, não a Fera

Depeche Mode – Music for the masses 

Ano: 1987/ Formação:  David Gahan – vocal / Martin Gore – teclado, guitarra e vocal / Andrew Fletcher – teclado, baixo

Disco pai: The Cure – Pornography  (1982) /  Disco Filho: Deftones – Adrenaline (1995)

 TOP 3 HITS

 

TAG – Para quem gosta de:#Melancolia #Escuro #Samples

✓ A primeira impressão que você terá é de entrar em um mundo completamente obscuro. Ainda mais: se você é fan de The Cure: essa é aquela banda que dará mais alguns bons 13 álbuns para explorar. A verdade é que conheci a banda por influencia do ‘meu’ primeiro tatuador 🤓🤓🤓 O Music for the Masses é o sexto álbum da banda e o primeiro a usar uma guitarra (!!!). Mesmo sendo obscuro é dançante, profundo e introspectivo. Sei que não esta TOP 3 HISTS ali mas escute Agente Orange , porque o instrumental retrata a guerra fria! Confesso que gosto muito dessa pegada dançante do final dos anos 80 e começo dos noventa.

43º Semana

Elvis Preasley - Viva Las Vegas | A Bela, não a Fera

Elvis Preasley – Viva Las Vegas

Ano: 1964  Formação: Elvis – Vocal (e mais uma porrada de músicos que ajudaram)

Disco pai: Dean Martin – Country Style (1963) /  Disco Filho: Elvis Preasley – From Memphis To Vegas/From Vegas To Memphis (1969)

 TOP 3 HITS

TAG – Para quem gosta de:#LasVegas #Corridas #Musicais

✓ Se você nunca assistiu ao musical Viva Las Vegas, pare tudo e vá lá assistir… Oii! Você voltou! Gostou do filme, que eu sei. Para época que foi lançado, foi muito bem comentado pela riqueza da trilha sonora: Elvis cantou com Ann-Margret, uma atriz e cantora sueca.  Se você não parou pra assistir: o filme conta a história de um piloto que que sonha em disputar uma corrida em Las Vegas e que acaba se apaixonando por uma moça muiito das arrogantes. Elvis é Elvis e eu nem sei como seria resenhar esse álbum sem dizer: é o mito do Rock, baby!!!

44º Semana

 

Melanie Martinez - Cry Baby | A Bela, não a FeraMelanie Martinez – Cry Baby

Ano: 2015 / Formação: Melanie Martinez – voz e composição/ Kinetics & One Love – Composição, produção, engenharia/ Emily Warren – Composição/ Kyle Shearer – Composição, produção / Babydaddy – Composição, produção, teclado, programação / +Outros

Disco pai: Ellie Goulding – Lights (2010) /  Disco Filho: Aguardando segundo álbum…

 TOP 3 HITS

TAG – Para quem gosta de:#BrincarDeBoneca #PastelGothic #Tim Burton

Esse nome pode não ser mais estranho para a maioria de vocês: Melanie Martinez ganhou o coração dos jovens com suas canções fofas e vingativas. O CD Cry Baby é basicamente a história de uma criança para adultos. No começo do CD você perceberá uma Cry Baby vulnerável e insegura e no decorrer da história, ela cresce e aprende com suas próprias experiências. O estilo das músicas é simplesmente maravilhoso pelas influenças: do pop e o indie e seu fascínio pelas obras de Tim Burton, a cantora afirma ter assistido filmes do diretor antes de compor as faixas do álbum.


Com as postagens coletivas, o projeto perdeu mais uma vez a data de ser postado mas tá aqui, firme e forte e caminhando para a reta final: só mais dois meses! No mês de Dezembro também estarei participando de blogagem coletiva e ainda não sei como e quando será o dia do post do projeto mas vou te dar uma dica: lá na home do blog tem uma aba só para o 52 álbuns em 52 semanas!

Não se esqueça, a postagem do 52 álbuns em 52 semanas aparece na última quinta-feira do mês!

Não entendeu como funciona o desafio musical? Clica aqui.

Confira como foram os meses Janeiro | Fevereiro | Março | Abril | Maio | Junho | Julho | Agosto | Setembro | Outubro

Tem algum som que gostaria de indicar pra eu ouvir? Deixa nos comentários!

Translate »