Curta: A vida da Morte

Elaborada pela holandesa Marsha Onderstijn como projeto de graduação em 2012 pela  AKV St.Joost, o curta “A Vida da Morte” (The Life of Death) já esteve em vários festivais do mundo inteiro.

Com apenas cinco minutos e uma beleza artística extremamente cativante, capturou um lado que muitos não acreditam que exista na morte: o amor.

Com música ambiente e doce, a animação sem diálogos me deixou comovida. Eu nunca entendi muito bem a morte e o tal motivo de tirar os amores de nossas vidas e com essas cenas, comecei a pensar sobre a aceitação da morte, como sabemos que é um fato natural.
Diariamente, a Morte faz seu trabalho de tirar a vida dos animais na floresta até o momento em que se depara com um amável cervo. A Morte apaixona-se e não consegue tirar a vida do animal, lentamente aproximando ambos e daí nascendo uma amizade. No final, o cervo ensinará que morrer faz parte da vida.
É de morrer de amores. 

O que você achou? Vamos discutir sobre aqui nos comentários ❣

11 Replies to “Curta: A vida da Morte”

  1. É engraçado como lidar com a morte é algo complicado pra gente né? Assisti um dorama esses dias em que acontece isso, o ceifador se apaixona, mas pela pessoa que amou na vida passada…

    Responder

  2. Oi Bela, tudo bem?
    Que vídeo interessante… Achei triste, mas interessante.
    Triste porque não gosto de ver cenas assim, até mesmo em desenho =/ Mas, entendi isso que você explicou sobre o que ela quis passar e pensando assim, é realmente bem interessante mesmo.
    Obrigada por compartilhar com a gente!

    Beijos
    Amanda Z.
    http://www.amandazulai.com.br

    Responder

  3. Bah, que curta incrível! Eu amo animações, quando se unem com curtas..sempre surgem coisas incríveis! Amei a arte, a direçao…tudo lindo demais. Ainda mais por envolver animais e um assunto tão comovente: a morte.

    Responder

  4. Meu, que curta lindo/triste ;-;
    De fato a morte faz parte da vida, e a vida faz parte da morte da vida (confuso, eu sei), achei triste o final que o cervo aceita seu destino, mas é assim mesmo né. É o final de todo mundo, nossa bateu uma bad monstra agora. haha

    Abraço õ/

    Responder

  5. Bela, um pequeno filme, mas muito envolvente que nos faz parar e pensar a respeito da morte com certeza, eu confesso ser uma pessoa que sente medo da morte, é preciso muito trabalho par se chegar na maturidade do ponto de dizer estou pronta ou tudo bem isso faz parte,enfim, se fosse começar a dizer aqui tudo o que eu penso ou sinto não teria espaço suficiente…um assunto bem complexo, acho que é igual a falar de amor! bjucas

    Responder

  6. Triste, mas necessário. De fato, a morte faz parte da vida é aceitá-la é um ótimo passo para aproveitar o caminho que temos pela frente.
    Engraçado me deparar com esse post aqui, porque acabei de resenhar um livro que ensina mais ou menos a mesma lição 🙂
    Beijos, Bela!

    Responder

  7. que lindo! vc já assistiu CODA? procura no YT, tem a msm temática, vale a pena

    http://www.tofucolorido.com.br
    http://www.facebook.com/blogtofucolorido

    Responder

  8. Oi Bela,
    Que lindo! Apesar de achar a morte triste, precisamos ter um melhor entendimento e aceitar que estamos aqui só de passagem.
    Bjs❤
    Abrir Janela

    Responder

  9. OMG <3

    que animação é essa?! Me pegou de surpresa!
    Sempre acreditei nisso, que a morte faz parte, que é a única coisa que temos certeza da vida.

    Mas mesmo assim, não consigo agir naturalmente quando falo dela 🙁

    Saudade de você <3

    Responder

  10. Quase chorei aqui com o curta-metragem 🙁

    Responder

  11. Esse curta é lindo mesmo <3 Também achei que a música e a ausência de diálogos deram um toque especial para ele.
    Eu ainda tenho muita dificuldade de lidar com a morte e pensar que ela pode tirar as pessoas que eu amo. Mas é como você falou e o curta nos mostra, é algo que faz parte da vida né?!

    Responder

Deixe uma resposta