01.09.2017

Extremo

As pessoas mais sensatas não são aquelas que sabem dosar seus sentimentos e sim as que vivem tudo ao extremo. Mil amores, Mil paixões. Uma semana. Troca. Outra!
Os maiores poetas apaixonavam-se a cada nova manhã. Um novo blues, um copo de um bom e gelado whiskey. Três! Outro!
Uma das únicas coisas restantes, sem impostos além de abismos e vulcões são esses tais sentimentos... Ejaculados de lá pra cá e sempre incompreendidos.
Burros! Ignorantes! Ah, reduto de nostalgia. Ah, imagem maluca de todo esse zigue-zague do amor.
Uma chance. Porque não? Gozar dela? Claro que sim.
Silêncio na batida.
Que sentido faz uma mente turbilhando sem todos esses prazeres?
Explosão de sabores…
Ah, que gostoso seria!

Texto de agosto de 2011.

Translate »