Meu novo vício: PostCrossing

Lembra que ano passado fiz um post Hey Hey Mr. Postman ainda escrevo cartas? Pois no finalzinho do ano passado entrei em um novo vício chamado PostCrossing

Como tenho três ou quatro pessoas que troco cartas, resolvi participar do PostCrossing porque amo cartões postais!

O que é o PostCrossing?

A meta do projeto é proporcionar para qualquer pessoa a possibilidade de mandar e receber postais de todo o mundo. 

A idéia é simples: para cara postal que você mandar, você receberá um de volta de algum membro, de qualquer parte do mundo. 

Porque participar do PostCrossing? 

Simplesmente porque muitas pessoas ainda gostam de receber correspondências reais! Quem não gosta de olhar a caixinha do correio e ver que tem um carinho por lá? 

Recebendo postais de diferentes partes do mundo (muitos que você talvez nunca tenha escutado falar sobre) pode tornar sua caixa de correio em uma caixa de surpresas. QUEM NÃO QUER ISSO?

No site você cria seu perfil com suas informações e onde você pode escrever o tipo de postais que são seus favoritos. Alguma pessoas escrevem os postais que odeiam também, tipo propaganda de marcas e coisas do tipo. 

Quando a pessoa que você enviou o postal recebê-lo e registrar, aparece os dados de quantos dias demorou e qual a distância entre os correspondentes!Até o momento, esse postal da Minnie Mouse é o meu favorito porque é bem retrô e fica no meu mural. Já recebi de cidades, natalinos e de frases de pensadores. 

Como coloquei no meu perfil, gostaria que a pessoa escrevesse algo sobre o dia a dia, curiosidade sobre o postal ou sobre a cidade que escreve.

Essa semana comprei novos postais para enviar – com a ajuda da minha Belle funko

O artista desses postais chama-se Rudolf Koivu, um finlandês que ilustrou muitos livros infântis no século passado. Pra mim, são um misto de fantasia com terror, o que adoro e guardaria todos pra mim!

Tenho postado os postais lá no stories do instagram @carapinheiroo, se quiser ver os que tenho recebido!

E você, ainda tem o costume de escrever com caneta e papel? 

 

 

Deixe uma resposta