31.05.2017

OOTD – Don’t follow me, Im lost too!

Quaseee que o mês de maio ficava sem o Outfit of the day! 😱

Pra quem acompanha o Canal, sabe que estou produzindo conteúdo DIARIAMENTE, pois é, postando vídeos todos os dias. 

O blog não está ficando de lado mas estou preferindo certos assuntos para postar aqui, diferentes dos vídeos. 

E pra relaxar, tenho passeado pela floresta, para aproveitar os dias de sol que tivemos semana passada – porque essa já tá na chuva 😒

No dia que fizemos o churrasco na floresta, me senti tão confortável com a roupa que escolhi que decidi fazer essas fotinhos aqui. 

OOTD – Don’t follow me, Im lost too! 

A blusa paguei 2 euros no brechó, minha leggin‘ guerreira de mais de 3 anos e a jaqueta que fiz troca em brechó online, quando ainda estava no Brasil! O óculos paguei 9099 euros no mercado já que não trouxe nenhum dos meus.

Os pés descalços são a melhor parte de estar em contato com a natureza 💕🍀

O nome do OOTD foi escolhido porque sempre me perco nas trilhas e acabo saindo em outro canto que não era o inicial 😅

Look no Polyvore | Pinterest 

Pra fechar o look, eu sendo recatada e do lar, posando como uma garota francesa para que o Antti fotagrafasse: 

 O achou da minha escolha confortável?! 

30.05.2017

Sonhos de uma noite de Verão

Foto por: Isabela Carapinheiro Välimaa

Certo dia parei em um lugar tranquilo e quando olhei dentro da minha mochila, que só tinha uma banana, um pequeno caderno e uma caneta. Em minha mente, uma palavra, no plural, para procurar um caminho e significado do momento: sonhos. Batuquei as folhas em branco.

As palavras que antes saiam tão fácilment da mente e trancaram-se em um baú sem chave junto com os sonhos.

Pensando nos acontecimentos do último ano em que a sonhadora aqui, saía de casa com uma mochila de acampamento nas costas e uma mala de rodinhas de 28kgs em mãos. Fui buscar um dos sonhos que sustentei por mais de 10 anos: conhecer um país totalmente diferente do meu e que sempre me encantei.

Metade da vida adolescente e jovem adulta sonhando com a viagem que tornou-se o recomeço de uma vida.

O sonho foi realizado. 

E agora, onde estão as palavras?!

Sabe aquele momento que você tem que piscar os olhos com força para realmente focar no que está a sua frente? Pisquei meus olhos e retornei a realidade: estava dentro de uma balsa, que tem uma sauna, que meu marido e seu amigo de infância construíram juntos.  Á minha frente, um lago vasto que posso ver da janela de onde me sento. E que ontem mesmo estava vendo o Sol da meia noite no horizonte.

O Sol da meia noite!

Quantas pessoas que conheço e que leram ‘Sonho de uma noite de Verão, do Shakespeare já sonharam em presenciar essa mágica do Sol nunca se pondo e encontrando a Lua?

Durante o verão, não fecho a janela para poder contemplar o Sol deixando o céu rosinha lá pelas 11:30 da noite.

Tenho lagos e florestaslindas ao meu redor, o tempo tood me chamando para que explore-as a qualquer hora do dia ou noite. Tenho a segurança de andar em qualquer lugar sem o medo que antes tinha quando morava em São Paulo.

Todos os sonhos que foram se materializando durante esse ano começaram a se tornar coisas do dia a dia.

Não, isso não quer dizer que já não assisto apaixonadamente o pôr do Sol rosinha durante o verão, as folhas de cores terrenas espalhadas pelo chão de outono, a neve que brilha como glitter durante o inverno ou a diversidade de flores na primavera.

O que quero dizer é que preciso transformar esses momentos em conquistas e criar novos sonhos para dar alma aos meus textos que antes inundavam esse blog aqui.

Pode parecer engraçado o que escrevo mas não consigo traduzir sentimentos ou criar meus personagens quando estou feliz! A tristeza é a bateria da minha arte e com ela vem a inspiração. Lutar por sonhos normalmente são o gás para minha criatividade.

E quando os sonhos se realizam e você não tem mais o que falar sobre?!

Alguns minutos após começar a escrever esse desabafo, meu marido veio perguntar o que eu escrevia tão arduamente e com olhar apaixonado.

Respondi que tentava encontrar o caminho para novos sonhos.

O Antti respondeu – Os sonhos são seus dias, tudo que você pensa é possível. Tudo bem se você não sonhar com coisas grandes e que todas as pessoas normalmente tem como busca da vida como ter casa própria, trabalho, viajar para o exterior uma vez por ano. Seus sonhos podem ser simplesmente seu amor por tudo que faz, como cuidar do seu blog ou ir para o Escoteiro. 

Ás vezes, procuramos fora de nós o que nos motiva, coisas grandes para correr atrás e quando você menos espera, depois daquela piscadela, você se vê vivendo um sonho atrás do outro.

 

 

Participe do Grupo mais amorzinho do Facebook: Interative-se

Leia também outros textos de minha autoria.

25.05.2017

FELIZ DIA DO ORGULHO NERD

25 de Maio: Dia do Orgulho Nerd – Dia da Toalha 

Se você está zapeando a internet sem saber o que fazer agora que chegou da escola/trabalho/faculdade… Digo-lhe que você não chegou aqui por acaso!

Para alguns pode ser apenas um modismo dos tempos atuais por causa do grande acesso á internet e á informação ou uma data sem importância, afinal, muitos julgam que NERD é moda. Pode até ser um motivo para se enturmar, para alguns mas a galera com mais de 20 anos passou por perrengues.

Por exemplo euzinha: sofria bullying na escola por ter mochila de rodinhas na 5º série e que preferia ficar na biblioteca lendo HQ’s ou sobre Wicca ao invés de ficar brincando com os outros. Preferia ficar em casa para ver X-men ou Power Rangers do que sair de casa por qualquer motivo. Me matava estudando, tirava notas boas e acredite, eu sempre amei estudar – ainda amo! Sentava na frente, realmente prestava atenção na aula e era ameaçada – e já até apanhei– por não ter passado respostas de uma prova ou não ter feito o trabalho pra alguém – fora os famosos trabalhos em grupo que eu acabava fazendo sozinha, o que se repetiu na faculdade

Hoje tudo isso é bullying e ninguém maltrata alguém chamando-o de NERD porque essa pessoa é descolada.
Ser um adulto NERD hoje é muito mais normal e aceitável do que ser um adulto NERD durante anos 90’s.

A imagem não tá tão boa mas essa é uma partezinha da minha casinha no Brasil. 

Já não precisamos mais esconder  ~~ tanto ~~ que temos mais de 20 anos e ainda gostamos de quadrinhos e super-heróis, que assisto Digimon e Pokemon, Hora da Aventura, Cavaleiros do Zodiaco, Sailor Moon e somos bem chatos com novo entreternimento porque sabemos o que é bom!
Que sou fã dos Jedis (ou dos Siths)e Harry Potter, que até poucos anos atrás ia em CON’s, e que gasto meus dinheirinhos comprando coisas temáticas do que gosto, sem tirar da caixa ou tirando e tendo uma casa que, antigamente, falariam que era uma casa de crianças -já que adulto não pode ter pôster na parede ou bichinho de pelúcia.

E que mais de 80% das minhas tattoos tem a ver com personagens ficticios de livros e filmes.

Isso pra mim é ser NERD! Pra mim esse é o orgulho NERD!

Podemos ter nossos vinte e tantos e trinta e tantos anos, e continuar a gostar de tudo isso mencionado antes. E quero que nossos filhos (e filhos dos amigos xD) sejam criados em meio a tudo isso também!

CCOMO COMEMORAR O DIA DO ORGULHO NERD

  • Releia suas HQ’s e Mangás preferidos – aqueles que você acha que não teria tempo pra reler com a quantidade de coisas que quer fazer;
  • Assista documentários como o COSMOS que tem no Netflix;
  • Comemore os 40 fucking anos do lançamento do primeiro filme do Star Wars assistindo ao aclamado New Hope;
  • Leia O Guia do Mochileiro das Galáxias ou assista ao filme – mas o livro é melhor /TodoBomNerdSabe;

Para quem nunca leu e não sabe porque comemorar com uma toalha:

“A toalha é um dos objetos mais úteis para um mochileiro interestelar. Em parte devido a seu valor prático: você pode usar a toalha como agasalho quando atravessar as frias luas de Beta de Jagla; pode deitar-se sobre ela nas reluzentes praias de areia marmórea de Santragino V, respirando os inebriantes vapores marítimos; você pode dormir debaixo dela sob as estrelas que brilham avermelhadas no mundo desértico de Kakrafoon; Pode usá-la como vela para descer numa minijangada as águas lentas do rio Moth;
Pode umedecê-la e utilizá-la para lutar em combate corpo a corpo; enrolá-la em torno da cabeça para proteger-se de emanações tóxicas ou para evitar o olhar da Terrível Besta Voraz de Traal (um animal estonteantemente burro, que acha que, se você não pode vê-lo, ele também não pode ver você – estúpido feito uma anta, mas muito, muito voraz); Você pode agitar a toalha em situações de emergência para pedir socorro;
E naturalmente pode usá-la para enxugar-se com ela se ainda estiver razoavelmente limpa.
Porém o mais importante é o imenso valor psicológico da toalha. Por algum motivo, quando um estrito (isto é, um não-mochileiro) descobre que um mochileiro tem uma toalha, ele automaticamente conclui que ele tem também escova de dentes, esponja, sabonete, lata de biscoitos, garrafinha de aguardente, bússola, mapa, barbante, repelente, capa de chuva, traje espacial, etc., etc.
Além disso, o estrito terá prazer em emprestar ao mochileiro qualquer um desses objetos, ou muitos outros, que o mochileiro por acaso tenha “acidentalmente perdido”. O que o estrito vai pensar é que, se um sujeito é capaz de rodar por toda a Galáxia, acampar, pedir carona, lutar contra terríveis obstáculos, dar a volta por cima e ainda assim saber onde está sua toalha, esse sujeito claramente merece respeito.” 

  • Passeie pela internet á procura de novidades sobre o mundo Nerd que você deixou passar, ou procure por aqueles clássicos dos anos 80 e 90!

FELIZ DIA DO ORGULHO NERD FREEK!!!! Sejam orgulhosos do que amam e que ajudaram a tornar a pessoa que é hoje! 

A vida é uma só!

Não se privem por serem adultos… Pelo contrário! Curtam!!!! Agora é que a coisa fica legal!

Página 2 de 234123456... 234Próximo
Translate »