13.09.2017

👌🎉 3 mil inscritos no canal!!! ✌🎉

Em abril, quando comecei a postar todo dia no Youtube, não imaginei que os 600 inscritos se multiplicariam e em cinco fucking meses com 3 mil inscritos no canal!!!  

Em comemoração, gravei minha semana e estou planejando outras coisinhas para cada novos mil incritos. 

Enquanto isso, parei para analisar o quanto minha vida mudou.

Comecei a gravar diariamente porque me sentia sozinha, sem amigos, com crises de ansiedade/pânico e comecei a dividir tudo sobre meus dias. 

Teve D.I.Y, temática em empoderamento, meu corte de cabelo, curiosidades sobre os finlândeses, unboxing de nerdloot, resenhas e um dos vídeos mais assistidos do canal, em que falo sobre o Hipotireoidismo. 

Tem até 50 fatos sobre mim!

Por causa do canal conheci pessoinhas maravilhosas que moram aqui na Finlândia e meus dias tem ficado cada vez mais felizes com a presença deles. 

Fui visitar meu irmão na Bélgica e logo em seguida cobri um festival de Rock em que assisti Sonata Artica!

Só tenho a agradecer tanto carinho que me deixa com o coração quentinho. Pessoas amáveis que tem me mandado mensagens pelo facebook ou instagram, comentado os vídeos e participado da minha vida (muito mais do que pessoas que eu conheço a longos anos).

E é por isso que continuo postando e gravando vídeos mesmo sem receber um puto 💕O inverno está próximo e continuarei mostrando um pouco dessa terra tão desconhecida e sobre minha vida fora da caixa! 🤳💖

01.09.2017

Extremo

As pessoas mais sensatas não são aquelas que sabem dosar seus sentimentos e sim as que vivem tudo ao extremo. Mil amores, Mil paixões. Uma semana. Troca. Outra!
Os maiores poetas apaixonavam-se a cada nova manhã. Um novo blues, um copo de um bom e gelado whiskey. Três! Outro!
Uma das únicas coisas restantes, sem impostos além de abismos e vulcões são esses tais sentimentos... Ejaculados de lá pra cá e sempre incompreendidos.
Burros! Ignorantes! Ah, reduto de nostalgia. Ah, imagem maluca de todo esse zigue-zague do amor.
Uma chance. Porque não? Gozar dela? Claro que sim.
Silêncio na batida.
Que sentido faz uma mente turbilhando sem todos esses prazeres?
Explosão de sabores…
Ah, que gostoso seria!

Texto de agosto de 2011.

29.08.2017

A vida muda como estações do ano

O verão está chegando ao final e os tons do outono já estão dando as caras: a temperatura já caiu e as flores aos poucos estão desaparecendo, logo tudo ficará marrom, vermelho, amarelo e laranja. 

A vida muda como as estações do ano. 

Hoje pela manhã, fritando um ovo pro meu café da manhã (acredite, sempre viajo fundo no meu subconsciente em pequenas atividades como lavar a louça), me peguei em pensamentos de como a vida mudou pra mim não só no último ano mas nos últimos seis meses. 

Passei por momentos difíceis com a crise de pânico, ansiedade e depressão – que ainda estou recobrando forças e que o verão foi revitalizador e peça chave para esse passo – e estou apreensiva com os próximos meses já que tantas mudanças vem acontecendo no dia a dia e no meio ambiente em que estou. 

Meus dias de solidão, viraram de cabeça pra baixo já que antes era eu e o Antti o tempo todo e agora mal vejo ele por causa da universidade. Passo mais tempo com a Amanda e o Jerry, pessoas que, seis meses atrás, eu não faria ideia de como seriam importantes pra mim hoje. 

Muitos sentimentos também passaram por aqui e novos chegaram para limpar a alma de tristezas. Eu sinto falta da minha família e amigos, de comidas e lugares mas não voltaria para o Brasil por não me sentir segura em um país que está em ruínas.

As pessoas que deixei, seguem suas vidas assim como eu deveria seguir a minha sem passar tanto tempo revivendo nostalgicamente o que aconteceu no passado. Prometemos contato mas nem sempre é possível por inúmeros motivos, desde falta de tempo até desinteresse ou coisas que não combinam mais com os momentos. E aí ficamos apenas com as memórias. 

Junto com a nova estação que vem chegando e esses pensamentos de renascer após estar perdida em sensações que meu cérebro produziu sem ser pedido, cheguei a conclusão de que não posso me manter cem por cento no controle de tudo que acontece na minha vida e que eu deveria começar a deixar as rédeas lacearem aos poucos. 

Mal por esperar pelo que o outrono me trará e sei que serão motivos de muitos novos textos por aqui já que cada dia mais esse cantinho volta a ter a cara de um diário. 

O que vocês querem que venha junto com a nova estação do ano que se aproxima?!

Página 4 de 2411 ...12345678... 241Próximo
Translate »