19.08.2017

Nipsu – virei madrasta felina

Posso dizer que como não tenho nenhum petzinho aqui na Finlândia, toda casa que vou, os bichinhos me adotam e me amam.

Foi aí que virei madrasta felina da Nipsu, a gata do Jerry.Pai e filha. 

O Jerry sempre falou que a Nipsu se escondia quando ele tinha alguma visita ou que ela nem chega perto pra cheirar nenhum humano. Também contou sobre as formas que ela demonstra carinho: lambendo o cabelo e o nariz.

E então me ofereci para Cat-Sitter (babá de gato) enquanto ele foi passar 3 semanas na Espanha. Dormiria na casa dele algumas noites e cuidaria da alimentação e higiene dela.

Aos poucos ela foi se aproximando, dormindo comigo, lambendo meu cabelo e quando recebi a primeira lambina no nariz, ele me denominou madrasta. Na verdade ela me escolheu, o Jerry só felou pra que eu entedesse os sinais. 

Como sempre divido tudo sobre meus dias e quem me segue no instagram @carapinheiroo deve ter percebido as 300 fotos que tiramos juntas, tive que dividir alguns dos nossos momentos aqui!

” Você já tá dormindo?!” “Que ‘cê tá fazendo?!”“Fica braba não!” “Vish não é vídeo?!” Companheira de leitura <3 “Vou ligar pro meu pai…”

 

Nipsu(Sniff em inglês): é amado na família de Moomis porque Hosuli e Sosuli o afogaram quando ele ainda era pequeno. É é ganancioso e ligeiramente covarde, tímido, e assim significa liberdade para ele assustar os medos.

O que acharam dessa fofurinha?!

Qual o nome do pet de vocês?!

16.08.2017

Viagem para Brussel – Bélgica

Depois de quase um mês de férias forçadas porque meu HD pifou da várias postagens no blog e vídeos no Youtube, estoy de volta para te atualizar com o que tem acontecido aqui na Friolândia.

Começo a nova leva de posts contando sobre a viagem para Bélgica que fizemos mês passado! Meu irmão deu de presente de casamento quatro dias por lá, pra visitar meus sobrinhos e conhecer mais um país.

Fizemos conecção em Munchen, na Alemanha mas não deu tempo de passear já que o voô atrasou, o aeroporto é GIGANTE (ao ponto de ter metrô pra te levar de um lado pro outro), no que teríamos 2 horas livres, tivemos 5 minutos para correr e embarcar novamente.

Chegamos na noite do dia 12 de julho e meu irmão nos levou para uma mini tour pelo centro de Brussel.

Este é um memórial aos heróis da Revolução Belga, em 1830. Les GaleriesBrussel Centraal Train Station Le Grand Centraal 

Chamam Tampere de cidade iluminada, o que não deixa de ser verdade comparada á outras cidades aqui na Finlândia mas meus olhos brilharam juntamente com as luzes da Grand Centraal. Que coisa mais linda de se ver!

Manneken Pis

Taí o glamuroso menino que faz xixi da Bélgica. Só não broxei mais porque passei pelo mesmo quando estava em Amsterdam e vi a estátua da Anne Frank… Só lamento.

Brussel e os Cartoons 

Tem muita Street Art em Brussel – prédios com artes iluminadas e uma rua só para livrarias e lojas de cultura pop. Também é a cidade do TINTIM!

Existe a Comic Book Route – ou a rota das histórias em quadrinhos, conta atualmente com mais de 50 painéis diferentes.

Esse movimento começou em 1990, quando antigos painéis de propaganda foram substituídos gradativamente por enormes grafites e arte baseados nos quadrinhos mais famosos da cidade.

O próximo post será sobre a visita ao museu de Waterloo, onde Napoleão perdeu a Guerra!

Já tem vídeo no Youtube, se tiver na curiosidade!

Espero que tenham sentido falta dos posts no blog e que esse já traga um acalento no coraçãozinho!

28.07.2017

Show do Machine Gun Kelly

Acordei super emocionada depois de um sonho maravilhoso que tive com o Machine Gun Kelly, duas semanas depois do show.

No sonho, fui em um tipo de house party que que ele estaria por la e tocaria. Depois de cantar todas as musicas, ele parecia estar tristinho e nao queria falar com ninguem, sentou de canto, acendeu seu beck e ficou de boas. Alguns minutos depois, pessoas comecavam a cerca-lo e eu so assistindo tudo acontecendo. Via seu sorriso sem brilho e educacao que so ele tem. Enquanto as pessoas apenas pediam uma foto e saiam, eu pensava se deveria me aproximar, com a cabeca borbulhando de possibilidades de conversas com ele. Ele apagou o cigarro e veio em minha direcao, se jogou no sofa e comecou a me interrogar para conversar. Respondia todas as suas perguntas sem fazer nenhuma em retorno. Em certo ponto da conversa, ele disse que nunca tinha conhecido alguem tao calma na presenca de um idolo – sim, eu tinha dito isso pra ele! E entao pediu para me abracar. Me abracou tao forte que senti como se fosse real.

E ai eu acordei.

Sonhos sao coisas loucas e maravilhosas que podemos experienciar.

Acho que estou com aquela nostalgia gostosa da 1h de show. E um pouco arrependida de nao ter ficado mais na casa de show para tentar abraca-lo de verdade.

Nao tirei as melhores fotos ou fiz os melhores videos mas o que tenho salvo no meu celular sao momentos que esperei por quase 5 anos e que valeram cada centavo.

O poder que a musica tem em mim, quando escrita e cantada por algum artista que amo, sao renovadoras e dao aquele quentinho no coracao que preciso quando me sinto so.

O Machine Gun Kelly e o primeiro rapper que agarrou meu coracao com as letras que dizem tanto sobre minha vida que nao sei como nao foram escritas por mim.

Obs: desculpa a falta de acentuacao mas estou usando o computador do Antti, com teclado em Godamn finländes! ahahah 

Página 5 de 2411 ...123456789... 241Próximo
Translate »