06.09.2016

Primeira aula de Finlandês – Suomi Luokka

Arquivo pessoal | A Bela, não a Fera

Ontem finalmente foi meu primeiro dia de aula de finlandês! Mal dormi a noite com medo de perder a hora #soudessas.

Enquanto não me torno oficialmente a Sra Välimaa, não tenho acesso ao curso que o Governo te encaixa para aprender o idioma.

Nessas buscas incansáveis por sites para ajudar, como o post sobre jogos para aprender finlandês, encontrei um tipo de curso gratuito somente para mulheres imigrantes.  O mesmo lugar oferece todos os níveis do idioma entre 79-200 euros.

Como não precisava de inscrição, era só ir até o lugar, aguardei ansiosamente a data. Suomi Classes | Arquivo pessoal | A Bela, não a Fera

O Antti me levou até lá e me deixou na porta, tipo pai que empurra o filho no primeiro dia de aula 😒 . Sim, nesses 107 dias em que nos conhecemos e que vim morar com ele, essa é minha segunda tentativa de contato com o mundo sem a ajuda dele – a primeira foi no mês passado, tive que ir de Tampere até Helsinki sozinha para pegar uns documentos no Consulado do Brasil.

Sabe aquela ansiedade que você treina mentalmente como vai perguntar alguma coisa ou como vai se apresentar e no final tudo acontece de outra forma? Não poderia ter sido diferente.

Entrei no lugar e tudo parecia uma zona: tinha um canto com brinquedos pra crianças E CRIANÇAS, duas divisórias com portas fechadas e três sofás com umas dez mulheres sírias. Dei dois passos pra dentro, procurei alguém pra pedir informação e como não encontrei, sentei no sofá.

Uma das portas abriu e de lá saíram mais umas várias mulheres sírias (aula avançada, somente para mulheres) e uma moça de cabelos loiros cacheados. Fui rapidinho perguntar sobre a sala de ‘easy going’ e ela apontou pra que eu entrasse na sala, assim, simples.

Suomi Classes | Arquivo pessoal | A Bela, não a FeraVocê pode ver o cérebro da ser humana pifando quando ela escreve em inglês e em português, ao mesmo tempo. 🙂

Pode parecer só enrolação ter aula das 10:30 ás 12h 🕐 e aprender ‘só isso” que tenho de anotação mas acredite, eu ainda continuo achando que não aprendi nada.

Meu medo era que fosse aula com gramática atrás de gramática – acredite, tentei aprender finlandês assim alguns anos atrás e não rolou E eu estudei sobre esse método que todos sabemos que não funciona tão bem. Foi quando a professora começou a falar em finlandês, apontando e fazendo mimicas: AGRADECEMOS O MÉTODO NATURAL DE ENSINO (método como as crianças aprendem, por assimilação), #OBRIGADADENADA.

E a aula correu bem mara, com a repetição das palavras, com a interação de todas(e foi bem legal ver a forma que as mulheres sírias se comportar na sala de aula, com as crianças e bebês! Acho que vou falar um pouco disso mais pra frente), as imagens que ela colava na lousa. É muito mais fácil memorizar estando no país e escutando o idioma toda hora.

Sentei ao lado de uma filipina chamada Rosemaryn e conversamos até depois da aula. Como a professora fez com que todos nos apresentássemos, também conheci duas chinesas e claro, as sírias! Finalmente pessoas para conversar no mundo real!

As aulas serão toda segunda e quarta, no mesmo horário; e vai durar até dia 30 de novembro, aí rola uma pausa e recomeça em 16 de janeiro de 2017 e vai até 19 de abril. Significa que a turma A1 – easy going dura um fucking ano! E os próximos níveis continuam da mesma forma… Depois que sair o curso pelo Governo, acredito que vou ficar em ambos pra tentar aprender mais!Arquivo pessoal | A Bela, não a FeraNão sei se vocês perceberam que o caderno é diferente mas aqui eles SÓ USAM CADERNO QUADRICULADO

Eu tinha levado um bloco de notas e decidi me mimar com um caderninho para as aulas, aí #caguei a coisa toda e comprei caneta gel também. 😅 Só encontrei cadernos quadriculados, então, escolhi a capa mais bonitinha e custou 1,45€.

Tô muito feliz com as aulas porque #AGORAVAI! Me deu até motivação de fazer umas fotinhos bonitinhas pra guardar para futuros posts – e quando a escuridão do inverno chegar.
Arquivo pessoal | A Bela, não a FeraAh sim, motivou também a fazer um almoço supimpa de batata grelhada com bife e uma saladinha. As fotos ficaram tão comíveis que espero que vocês se deliciem também!Arquivo pessoal | A Bela, não a Fera

Ainda não sei se vou contar pra vocês sobre cada aula, se vou fazer vídeo ou as duas coisas.

Aliás, sexta saiu o vídeo que eu respondi algumas perguntas que fizeram sobre a Finlândia! Se tiverem mais perguntas… Mandem, mandem, mandem!

Espero que gostem!😍😘

18.06.2014

GULA: Agora você tem a quem culpar

Não, não vou dar aulas sobre assuntos considerados ‘chatos’ mas para explicar sobre o que alguns consideram ‘pecado’ seguindo preceitos e dogmas de religiões, vamos voltar pelo menos 5 milhões de anos…

A Gula e a Evolução Humana

gula

Os seres humanos nunca estiveram tão gordos!
Estudos dizem que existe 1,5 BILHÃO de obesos contra 925 milhões de desnutridos no MUNDO ( Segundo relatório da Cruz Vermelha, 2011)!!!

A gordura corporal que hoje é vista como vilã é uma das razões do sucesso da nossa evolução: se não fosse a capacidade de guardar energia, nossos antepassados não teriam sobrevivido e não estaríamos aqui para contar história – ou comer um lanche do Burguer King.

A Gula não é apenas um capricho do homem: é o nosso instinto animal mandando guardar a maior quantidade possível de energia. Nossos antepassados precisaram se adaptar a uma série de mudanças climáticas, como grandes períodos de seca, e resistir a temporadas extensas de fome.

Agora vamos á explicação da nossa vontade de comer um chocolate em vez de brócolis: nossos ancestrais que experimentavam gordura e açúcares tiveram maior eficiência na sobrevivência.

Com a agricultura, a comida deixou de ser escassa, mas nossa necessidade de estocar gordura continua firme e forte! E a necessidade de estocar gordura continuou presente…

*coma

*coma

Mas, além dos genes, a resposta para a obesidade pode estar no cérebro. A falha é causada pelo excesso de gordura saturada – encontrada em fast-food- e acontece quando o cérebro se torna resistente á lepotina, hormônio produzido no tecido adiposo e que indica ao hipotálamo (partezinha do cérebro que controla a fome e o gasto energético) o quanto ja temos de energia estocada e por que devemos parar de comer. Com esse desiquilíbrio, o cérebro não registra mais o quanto há de gordura estocada – e que prejudica a sensação de saciedade.

E definitivamente: comer exageradamente não é a unica causa da obesidade mas a doença sofre influência de agentes que independem do modo de vida do indivíduo como: hereditariedade ( dá uma olhadinha nas fotos antigas dos seus pais, tios e tias…), fatores ambientais, biológicos e comportamentais.

Entre duas e seis horas depois de comer lá vem a fome de novo! E conforme comemos, o corpo emite sinais de saciedade:
1º sinal – IMEDIATO: Logo que a comida chega ao estômago, os níveis de grelina ( o hormôniozinho da fome ) diminui. Comer devagar faz o corpo notar que está satisfeito.
2º sinal – INTERMEDIÁRIO: O alimento chega no duodeno. Nessa etapa, a insulina e a leptina vão indicar ao hipotálamo que já estamos satisfeitos.
3º sinal – TARDIA: A leptina leva ao sistema nervoso central a informação sobre a quantidade de energia que está sendo estocada e nos faz comer menos. A Gula, ou melhor, a falha no processo de informação para o cérebro nos faz perder o controle sobre a fome e a saciedade.
Espero que esse textinho com informações calmamente colhidas por mim, satisfaça cada um de vocês com a Gula do saber.

Gostaram? Deixa um comentário aqui em baixo 😉

Translate »