14.06.2016

Pyynikin Näkötirni – Tampere

Pyynikin Näkötirni - Tampere / Finland | A Bela, não a Fera

Pyynikin Näkötirni ( Torre de Observação Pyynikin ) foi construída em 1929, por Vilho Kolhon em comemoração aos 150º aniversário da cidade de Tampere, já que a primeira torre de observação era feita de madeira e foi danificada na Guerra Cívil de 1918. A torre fica 152 metros acima do topo do cume do nível do mar Pyynikki. Ao pé da torre, existe uma aconchegante cafeteria com o melhor Donuts de todos – foi assim que comemorei o dia dos namorados, pelo menos pra mim, já que a data não significa nada pra eles aqui  😀

Pyynikki é o maior cume do mundo, formado na Era Glacial, feito de cascalho e/ou areia. Dá pra ver Näsijävi (considerado o 16º maior lago da Finlândia), Näsinneula ( outra torre de observação que tem 134,5 metros), o centro da cidade de Tampere e Pyhäärvi (um lago central) :3Pyynikin Näkötirni - Tampere / Finland | A Bela, não a Fera

O ingresso para subir na Torre é de apenas 2 euros, o que não é caro se você parar pra pensar o absurdo que é o valor pra subir em lugares como o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro e__ePyynikin Näkötirni - Tampere / Finland | A Bela, não a Fera

Nós decidimos fazer uma trilha para chegar em algum ponto aleatório –pra mim, porque ele sabia bem onde queria me levar. Chegamos á essa visão aí, linda e que eu tive a oportunidade de fechar os olhos e agradecer aos Deuses por mais um dia. Postais - Finland | A Bela, não a Fera

Pra todo lado que você olha, tem alguma floresta te esperando com trilhas. Minha meta á partir de agora é ir caminhar por esses caminhos desconhecidos –pra mim, novamente fixando kkk – todo santo dia, já que TUDO é perto 😀

Vou tentar colocar o vídeozinho que fiz na torre no youtube, então fiquem de olho no canal! IMG_20160611_120605566

Aproveitando o passeio, tive que ir atrás de uns postais para meu pai e para minha mãe. Deu até dózinha de usar os selos de tão lindos – SOU DESSAS QUE TEM UMA CAIXA DE ADESIVOS DE CADERNOS GUARDADOS PRA COLAR TUDO NO MEU CAIXÃO PQ EM VIDA NUNCA TEREI LUGAR PRA COLÁ-LOS  HSIUHAUISHUIAHUSIHA 😛

O Muumi é um mundo com  personagens infantis famosos aqui na Finlândia e também na Suécia. Esse branquinho é o mais famoso e que eu nem sei o nome. O outro postal, de duas véinhas é bem a cara da minha mãe e minha avó brigando pra ver a temperatura do tempo <3

Se vocês tem dúvida se estou vivendo bons momentos aqui, releiam todos os posts do Destino Friolândia 😀

As primeiras 24 horas de viagem | Final de Semana em Tampere 

11.06.2016

Angry Birds – O Filme

angry-birds-o-filme_t68828_07cJug2_jpg_290x478_upscale_q90Angry Birds – O Filme

Dirigido por: Clay Kaytis e Fergal Reilly

Ano: 2016

Duração: 97 minutos

Mais informações: Filmow

Sinopse: Adaptação do jogo Angry Birds, uma das maiores franquias mundiais de entretenimento, o filme vai contar a história de Red, um pássaro com problemas para controlar seu estresse, o veloz Chuck e o volátil Bomba, amigos que nunca tiveram seus valores reconhecidos. Quando misteriosos porquinhos verdes invadem a ilha onde moram, estes improváveis herois serão os responsáveis por descobrir qual o plano da gangue suína.Angry Birds - O Filme | A Bela, não a Fera

O maior motivo de eu conseguir arrastar meu pai para o cinema (tadinho do velhinho, sempre dorme durante os filmes 🙂 ) foi falar a verdade sobre o Angry Birds que quase ninguém sabe: o jogo foi elaborado por FINLANDESES!

Eu não sou dessas viciadas em jogos para celular mas quando saiu a versão Star Wars, não teve como não viciar, eu ficava o dia todo com o IPod jogando que nem tonta.

Com o anúncio da estréia do filme, enchi muito o saco do meu pai (que nem criança mesmo) para que ele fosse comigo, aí decidimos levar a Mikaelly, filha da enteada do meu pai. Angry Birds - O Filme | A Bela, não a FeraVi muita crítica negativa para o filme, fiquei até cheteada que no Filmow tem uma nota de só 3,6 🙁

Primeira coisa: é um desenho, ou seja, para crianças. A Mikaelly não piscou durante todo o filme de tão emocionante foi pra ela. Angry Birds - O Filme | A Bela, não a Fera

A história em si conta sobre o Red, o passarinho nervosinho e que aparentemente não tem família, aí ele mora fora da cidade dos Angry Birds. Assim que os personagens como a Matilda, Chuck e o Bomba são apresentados, os Porcos estranhões chegam de barco com uma maldade no coração -e um plano de roubar todos os ovos.

O enredo dá pra ser entendido por uma criança de 5-7 anos mas pra idade da Mikaelly (3), acho que ela só curtiu o 3D e as cenas super coloridas. E sinceramente, eu não vi muita diferença no 3D e a trilha sonora é uma fofura que não tem como não amar.

A parte em que o filme fica parecida com o jogo é só no finzinho, quando os pássaros chegam na Porcolândia e tem que voar em um estilingue pra alcançar a cidade.

Tudo indica de que teremos ma continuação, então espero muita aventura, cor e músicas fofinhas!

Enquanto isso, eu aproveito pra comprar tudo que tem do Angry Birds aqui na Finlândia. 

07.06.2016

Final de Semana em Tampere | Destino Friolândia

E lá vai a pessoa mais perdida do planeta, inventar de sair da cidadezinha do interior que está (Porvoo) para desbravar a Finlândia.

Como o Antti tinha me pegado no aeroporto e deixado direto no hostel, eu ainda não tinha pego nenhum ônibus sozinha e Host teve bebê na sexta (27/05), eu pude tirar o final de semana para passear.

Eu arrumei minha mala assim que terminei meus trabalhos da sexta e avisei aos pais da Host que eu ia para Tampere, o pai dela quis me levar pra rodoviária de Porvoo, o que foi uma puta mão na roda! HAHAAH De lá, peguei um ônibus para Helsinki, que custou 8 euros. Helsinki - Finlândia | A Bela, não a Fera

Quem me encontrou na rodoviária de Helsinki foi o Evert, um outro amigo online ( e que chamo de irmão mais novo) que tá aprendendo a Língua Portuguesa comigo. Ele me levou pra dar uma volta no centro da Capital e bem, o passeio durou, no máximo, meia hora por que é isso o que tem pra ver HAHAHAHA Sério! É minúsculo!
Helsinki - Finlândia | A Bela, não a FeraO que a gorda encontrou no mercado? Sim, Guaraná Antártica e bem, está escrito ‘legítimo do Brasil’ mas é feito em Portugal. Lógica? Nenhuma. 

Quando eu percebi que já tava super tarde, por que a viagem para Tampere de ônibus leva em torno de 2h30, corri pra pegar o Tram, que custou 27 euros, que é um trem super rápido e que me deixaria no meu destino em apenas 1h30! Tampere - Finlândia | A Bela, não a Fera

-O que eu fui fazer em Tampere? 

Ver o Antti, óbvio HAHAAH

Aproveitei pra ser uma fofa com ele e fiz um Spaguetti com suco de Jabuticaba! E o galego nem gostou, né?! Imagina. E já pediu mais.

Eu dei pra ele uma embalagem de café Extra Forte, como tinha prometido e o bichinho ficou viciadão. Aqui eles tomam muito café, só que como eu disse no post anterior, é um CHÁFÉTampere - Finlândia | A Bela, não a FeraNo sábado, ele me levou pra conhecer o centro de Tampere, que não é muito maior do que o de Helsinki. 

Como todas as cidades do país, tem muitos lagos com barcos dos rycos. HAHA Juro que tentei tirar foto de tudo possível mas eu tava tão encantada, que não conseguia lembrar disso!
Tampere - Finlândia | A Bela, não a Fera Tampere - Finlândia | A Bela, não a Fera Tampere - Finlândia | A Bela, não a Fera

Quando o passeio emocionante pelo centro de Tampere acabou ( e que durou um pouco mais do que em Helsinki), uns amigos dele ligaram falando que queriam ‘dar um rolê‘ e eu imaginei algo muito chato zZzz  porque o Antti seria o motorista da noite já que todo mundo tinha bebido.

O cara me para com uma puta van, caindo lata de cerveja de dentro e cara, parecia episodio de série adolescente. Ficamos rodando de um lado pro outro da cidade com o som nas alturas, eles pararam pra comer em um lugar random e depois, o Ville deu a fofa ideia do Antti me levar nesse lugar. A foto seria mais linda se eu tivesse um celular melhor mas a lembrança tá na minha mente 🙂 É tipo um morro, que dá pra ver um dos lagos e uma parte da cidade.
Tampere - Finlândia | A Bela, não a Fera

Eu voltei no domingo, após uma luta de quase 3 horas pra conseguir algum meio de transporte que ainda tivesse passagens para serem vendidas para a voltar pra Helsinki, já que estava tudo esgotado: ônibus e trem 🙁

Vale ressaltar o serviço PORCO da empresa ONNIBUS. Eu cheguei no ponto pra pegar o ônibus no horário certo, que estava marcando no site. Quando fui pagar, não aceitaram dinheiro e tinha que pagar com cartão. A maquininha BOSTA deles não estava funcionando e eu pensei que fosse problema no meu cartão, então o Antti tentou pagar com o cartão dele e não rolou. Óbvio que é culpa da maquininha. Ao invés deles me darem uma opção de pagar em dinheiro ou simplesmente eu fazer a viagem de graça e pagar quando chegasse em Helsinki (afinal, o problema era deles, não meu) ou qualquer coisa do tipo, O MOTORISTA SIMPLESMENTE COMEÇOU A FECHAR A PORTA DO ÔNIBUS E FOI EMBORA. Juro que eu fiquei possessa de raiva com algo que era pra ser simples. Tampere - Finlândia | A Bela, não a Fera

Voltei super mimada com o final de semana que o Antti me proporcionou e queria apenas dizer que ele me pediu em namoro na hora que eu tava indo embora.

Não sei como finalizar esse post mas quero dizer que se eu fosse você, não perdia os próximos post aqui no blog e os vídeos lá no canal 😮

Página 7 de 9123456789
Translate »