17.02.2017

Funko Pop Chucky – Curiosidades sobre o personagem

Revendo alguns posts do ano passado, percebi que não tinha postado sobre o Funko Pop Chucky que comprei na mesma época do Dementador e do Spaulding!

Passei a infância toda dormindo em uma cama com, pelo menos 10 ursinhos de pelúcia. Não tirava eles do meu lado nunca. Até que um dia, minha irmã me fez assistir ao filme O Brinquedo Assassino, de 1989(sempre os irmãos mais velho causando né?!).

Depois dessa noite, eu trancava meus bonecos no guarda-roupas e ainda tinha que escutar minha irmã falando que eles viriam me pegar…

Criei uma fixação pelo personagem e pela história que serviu de inspiração, a do boneco Robert, mas nunca revi o filme de 1989 ou qualquer outro da sequência. >> Estamos trabalhando nisso 😅<<

Meu Boneco Assassino – Funko Pop Chucky

Este Funko Pop não é dos originais, como falei sobre o Capitão Spaulding. Comprei no Aliexpress em uma loja que vende os Funkos ~made in China~ bem bonitos e de qualidade e eu paguei apenas $8,99 . Você pode encontrar a loja pelo nome Erick’s Toy House (não vou colocar o link porque ele vive fechando e reabrindo a loja).

História real que inspirou o filme O Brinquedo Assassino (Child’s Play)

A história do boneco Robert começa em 1897, na cidade de Key West, Flórida.

A família Otto era dona de muitas plantações, por isso tinham muitos serviçais que eram maltratados.

Uma enfermeira jamaicana que dominava a magia negra e a arte voodoo e trabalhava para a família, infeliz com os maus tratos, entregou para o pequeno Robert Eugene Otto um boneco de pano. A criança, chamada Gene pela família, decidiu nomear o boneco de Robert.

E á partir daí, muitas coisas estranhas começaram a acontecer na casa.

Os vizinhos começaram a notar o boneco pelas janelas da casa quando a família saia.

Gene começou a culpar o boneco por pequenas traquinagens que aconteciam, assim como afirmar que ouvia o boneco rir e correr. A criança começou a ter pesadelos e gritar durante a noite, até que os pais foram ao quarto e encontraram todos os moveis jogados. Quando Gene disse “Foi o Robert!” , os pais decidiram colocar o boneco no sótão por muitos anos.

Mesmo depois de anos, quando Gene recebia visitas, os mesmos diziam escutar risadas e e passos no sótão, e então simplesmente parando de visitar a casa.

Eugene Otto morreu em 1972 e a casa foi vendida para outra família. E Robert continuava no sótão á espera.

A filha de dez anos dos novos moradores logo encontrou o boneco e o mesmo não demorou muito em começar a torturar a menina (Se perguntada, mesmo depois de 30 anos, a menina respondia que o boneco estava vivo e que queria matá-la!)

O boneco Robert, hoje está no Key West Martello Museum, ainda vestindo sua roupa de marinheiro branca e agarrado ao seu leãozinho. Alguns empregados do Museu dizem que o boneco ainda prega traquinagens.

Leia também

Não confunda com a história da Annabelle, viu?!

Você sabia da real inspiração para o filme Chucky? 

21.11.2016

DarkSide Crush – Wishlist Utópica 😈📚👿

Semana passada postei uma foto no instagram @carapinheiroo do livro Donnie Darko, do Richard Kelly, que eu trouxe pra Finlândia – e foi repostada lá no instagram oficial da DarkSideBooks 😈.

Livro Donnie Darko - Editora DarkSide | A Bela, não a Fera-Do you believe in time travel?

No dia 13 de maio, lá na Geek.etc, em São Paulo, teve um encontro da DarkSide para revelar as próximas publicações da Caveirinha 😈  e eu fiquei aloka por alguns títulos que vou continuar tendo  sonhos pesadelos em tê-los.

E como esse é meu único livro da DarkSide, resolvi fazer uma Wishlist Utópica 😈📚👿 por motivos de: A Amazon Brasil não envia pra Finlândia e a Amazon.com não não tem os livros da DarkSide.

(momento: DarkSide não desiste de mim)

DarkSide Crush – WishList Utópica 😈📚👿 DarkSide Crush - WishList Utópica | A Bela, não a Fera

O Massacre da Serra Elétrica – Acredito que esse seja um dos únicos filmes de terror que nunca assisti (além das sequencias do Chuck 😅😂). Por ser uma edição limitada, que além da narrativa, tem o perfil do psicopata que inspirou o filme, as críticas da época e fotografias raras, eu a desejo com muito fervor, para então, sentar e assistir com aquela pipoquinha os filmes já lançados.

2 Menina Má – No livro Serial Killers – Anatomia do Mal, li sobre uma angelical garotinha chamada Mary Bell, que não sentia coisas básicas como medo e empatia. Além disso, assassinatos aconteciam ao redor dela e bem, a história da assassina mirim me veio á mente quando vi a sinopse desse livro. Preciso ler porque sei que pode ter rolado uma inspiração no caso verídico.

3 Confissões do Crematório  Outro livro que conheci por causa do meeting que rolou e era o que eu realmente queria comprar pra trazer pra Finlândia, porém, só foi lançado no meio do ano 😭Eu sou uma pessoa que não entende a morte e quando ouvi sobre esse livro, fiquei muito curiosa pra saber como é trabalhar com a Dona, porque sei, que mesmo que a pessoa escreva obituários, alguma coisa engraçada vai acontecer no dia a dia por motivos de: trabalhar com humanos.

4 O Menino que Desenhava Monstros –  Se tem monstros e crianças na narrativa, é o que preciso, além de uma caneca de chocolate quente e velas acesas na sala. Mais um livro que fiquei atentada em ter quando fui no meeting mas que foi lançado depois que cheguei nas terras frias da Scandinavia. Tudo que envolve a mente infantil, tem um ar de mistério e ao mesmo tempo realidade, já que com 26 anos, eu continuo deixando a janela aberta pro danado do Peter Pan me buscar.

5 Os Goonies –  Quem não lembra do filme dos amigos aventureiros da Sessão da Tarde? E quem nunca sonhou ter uma trupe para caçar terras desconhecidas juntos? Pois esse é o meu sentimento de nostalgia com a descoberta do livro: quero saber mais detalhes da história do que o filme conta -afinal, o livro tem sempre mais detalhes. 66

Tubarão  Lá vem a história engraçada: Meus pais moraram no litoral por quase 20 anos (inclusive, nasci com o pé na areia 😅) e minha mãe disse que assistiu esse filme e ficou com pavor de ir na praia depois. Desde que ela me contou sobre isso, comecei por uma fixação por filmes de tubarão -tipo o comédia-trash sharkinator 😂)

7 Warriors –  “Warriorrrrrs… Come out to play!-yey” Tenho a mania de ficar repetindo frases aleatórias de filmes e essa é a que mais me recordo dos Selvagens da Noite, porquê o personagem batia três garrafas encaixadas nos dedos. Coisas da infância. E com certeza será uma experiência sensacional ler o romance.

8  Zé do Caixão, Maldito Só quem já assistiu algum filme do José Mojica entende a necessidade de ler a biografia do mestre do trash brasileiro. Além de conhecê-lo por causa das unhas métricas que ele decidiu cortar uns anos atrás. Depois de ter assistido ‘Esta noite encarnarei no teu cadáver ‘ me sinto no direito de ter essa obra na estante. Gente, segura o coração para o audio-praga que ele deixou pras invejosas.

9 Circo Mecânico Tresaulti Que sou apaixonada por FreakShow, tá estampado no meu braço e em posts como o da série Carnivale. Por ter uma pegada Steampunk é um que á mais, que me parece ser uma história mais densa, que fará você repensar em uma possibilidade de vida pós apocalíptica, o que me faz relacionar com a série citada no paragrafo anterior, já que o circo itinerante está recomeçando durante a Grande Depressão.

10 Ultra Carnem – César Bravo deu o ar da graça no encontro da sexta-feira, 13 de maio que estive e  sendo um ser humano cativante, senti uma certa necessidade de ler o livro dele, afinal, não quero bancar a humana inteligente perto dos seres que vivem no subsolo.

Esta é uma campanha DarkSide note-me Senpai feelings

Algum desses títulos te chama atenção por algum outro motivo? Ou me indicaria outro livro da DarkSide?


United Week - United Blogs | A Bela, não a Fera

Facebook United Blogs – United Week  20/11/2016 a 26/11/2016

30.10.2016

TAG Zombie Movie Playlist

TAG Zombie Movie Playlist | A Bela, não a Fera

TAG Zombie Movie Playlist

Pediu, tá pedido e eu gravo mesmo! Ehe 🤓🤓🤓

A TAG consiste em colocar seu reprodutor musical (windows music / itunes) no aleatório e as músicas na sequência serão as respostas.

  1. Música tema global do Apocalipse
  2. Música que tocará quando você matar o primeiro Zumbi
  3. Música que tocará quando você for perseguido por uma horda (ERROS: No vídeo eu falo ‘Música para quando você for perseguido por UMA HORA‘ mas na verdade é UMA HORDA.
    Meu cérebro tá dando umas bugadas, sorry ☹☹☹)
  4. Música que tocará quando você tiver que matar alguém amado
  5. Música que tocara quando você encontrar um grupo de sobreviventes
  6. Música do momento que você encontrar um novo amor
  7. Música para seu último confronto com zumbis
  8. Música que tocará quando você pensa que sobreviveu
  9. Música que tocará quando você descobre que foi mordido
  10. Música que tocará quando começam os créditos finais.

Confesso que dei umas brizadas e REALMENTE imaginei as músicas tocando juntamente com algumas cenas estreladas por mim. Sorry not Sorry porque foi divertido – e dá pra ver estampado na minha cara durante o vídeo.

E aí, que momento crucial do filme e que música você acha que seriam perfeitos para a sua playlist Zombie? 

 

Página 1 de 212
Translate »