12.07.2014

Sabe o que é o ‘efeito sanfona’ ?

No século presente a aparência mais magra é supervalorizada pela mídia. Diversas pessoas se deixam seduzir por esse padrão de beleza (CRIADO POR QUEM???) e determinadas a serem mais magras para se encaixarem a essa imposição social, decidem fazer mudanças drásticas em suas vidas.

efeito sanfona 1

A primeira mudança de comportamento de uma pessoa que pretende emagrecer sempre tem a ver com a alimentação – que se fosse feita de forma consciente e bem orientada, não haveria problema algum.

O problema é que ao invés de buscar ajuda de um profissional, faz regimes sem o devido acompanhamento – o que é um grande perigo à vida, visto que muitos não estão cientes de que as dietas de emagrecimento rápido causam sérios danos à saúde como anemia, osteoporose, problemas cardíacos, problemas de pressão, gastrites, problemas na vesícula, além de stress, depressão, ansiedade.

Os regimes são muitas vezes elaborados por pessoas que desconhecem as informações para uma boa alimentação e um corpo saudável, e podem estar associados ao consumo de remédios, como inibidores de apetite, laxantes, e a prática desordenada de exercícios físicos.

Os remédios para emagrecer podem trazer sérios danos, até mesmo risco de morte, pois a maioria desses remédios é de origem duvidosa, é feita sem acompanhamento médico e sem credenciais.

Com a ânsia de ter um corpo mais magro, as pessoas se esquecem de que o emagrecimento rápido causa o famoso efeito sanfona. Este efeito é muito comum em pessoas que emagrecem e engordam um em curto período de tempo. E com o passar do tempo, os indivíduos que fazem essas dietas de emagrecimento rápido e adquirem o efeito sanfona passam a ter dificuldade em perder quilos e manter a boa forma, gerando maior flacidez e estrias pelo corpo.

Estou goda. Estou gorda novamente!

Estou goda. Estou gorda novamente!

Uma dieta saudável e eficaz deve ser indicada sempre por um profissional (nutricionista), o mesmo deverá indicar uma reeducação alimentar associado à prática regular de exercícios físicos ou de algum esporte, e assim você emagrecerá com saúde. Não correndo o risco de ser vítima do efeito sanfona e de sofrer outros danos.

Se eu soubesse de tudo isso no inicio, meu corpo não teria ficado com tantos furinhos :/

18.06.2014

O começo de tudo

O começo de tudo

Eu sempre olhei aquelas fotos de antes/depois de pessoas que passavam por processos de emagrecimento e sempre achava (dando essa desculpa para mim mesma) que elas eram ricas, sei lá, pra comprar só coisas caras e integrais, irem ás melhores academias ou partiam para o processo mais rápido que é passar na faca (e que muitos, depois de passar pela faca, acabam voltando ao normal pois não se cuidam).

Finalmente tenho meu ‘antes e depois’.

São 2 anos de diferença da primeira pra segunda foto. 98kg na primeira e 75kg, no mês de abril.

Depois de ver as fotos de uma ‘conhecida’ magéeeeerrima e pagando de marombeira ‘no pain no gain’, e repetindo várias vezes que se tem que correr atrás do objetivos e ser obediente com sua mente…. Eu lembrei que de começo ela fez uma lipoaspiração. Não foi tão duro, foi só manter, ao meu ver.
No meu caso, perdi 22kg. Não me lembro nunca de uma dieta ter surtido efeito comigo, tanto porque, não me importava muito em perder peso, nem de seguir horários para comer devido a minha incrível preguiça de me mover para me alimentar, isso sempre me manteve em picos de passar o dia inteiro sem comer e quando comer: devorava a casa! Aliás nunca fui de comer fast food –obrigada pai, obrigada mãe.

page page2

Nasci bem pequenininha, e pelo que minha mãe disse, eu tive pneumonia e foi aí que o drama da Asma começou a me perseguir. Obviamente, engordei bem rápido com os medicamentos para evitar crise, e mesmo com os remédios, eu passava mal em dias de mudança climática e/ou ansiedade.

O tempo foi passando, as crises piorando porque eu engordava mais e mais. Não me importava mesmo, já estava acostumada com o ‘você tem asma’, então achava normal parar no hospital sempre. Juventude e suas consequências. Sempre fui aquela gordinha feliz, com vários amigos, uns paquerinhas e sem tempo ruim.
Entrei na academia em 2010 mas foi por causa da cirurgia do joelho (rompi o ligamento na época do escotismo), precisava fortificar e tal. Desisti umas 2 ou 3x, porque preferia ir em rolês e beber.
A principal mudança aconteceu após o término do meu primeiro. Não foi por encanação por conta do meu peso, que por sinal, eu sempre me dei bem com caras Heh. Quando vejo essas fotos, não entendo o que eles viam em mim… Eu fiquei tão mal pelo término do namoro que simplesmente não comia… POR DIAS. Cheguei a ficar na cama por 2 meses quase, comendo com espaço de 2 dias. Deve ter sido a depressão não tratada da adolescência que atacou mas pra minha família sempre foi drama, então ‘uma hora isso tinha que passar’.
E passou: perdi em torno de 15kg e quando percebi, estava bem diferente. Eu não enxergava quando minha família falava que eu estava muito mais magra, eu só via um ser bizarro e com olheiras maiores do que a genética me proporcionou.
Finalmente tomei vergonha na cara e voltei pra academia pra me fortificar, comecei a trabalhar e me ocupar mais. E surpreendentemente: minhas crises de asma diminuíram. Minha asma melhorou tanto pelos exercicios, como pela perda de peso. Comecei a cuidar dos hormônios com anti-concepcional e do quase-hipotireoidismo. Tudo foi se adequando…
Continuei com a preguiça de me alimentar, mas sempre carregava algo na mochila pra comer. Percebi que minhas roupas GG desceram pro M e que a calça 50, caiu drásticamente pra um 44 e meio.
Eu não me mantenho em dieta, não sigo alimentações caras e já fazem dois meses que não vou pra academia por falta de dinheiro mas me sinto 70% melhor.
Só fico triste por ter ficado com muitas estrias por conta da retenção de liquido devido o cortisona pra asma. :/Esse aqui foi só um desabafo depois de ter postado essa montagem acima no instagram/facebook e ter repercutido tão bem.

Estou em um relacionamento muito saudável agora, e ele me apoia de todas as formas. Quando disse sobre a ideia do blog, ele foi o que mais ficou feliz e me incentivou.

Esses dois meses sem academia, consegui manter bem, devo ter engordado uns 3 ou 4kg pelo fato de sempre tá andando por ai mas com a ajuda do blog, espero que muitas de vocês me entendam, percebam do que tive que largar mão com o passar do tempo para me readaptar a uma vida diferente e mais saudável. Nem tanto pela estética (OBVIO QUE ME SINTO MUUUUITO MAIS FELIZ) mas pela minha saúde e a prevenção de uma meia idade melhor.

Ainda estou na luta por menos 13kg, perda da pança, dar um jeito nas estrias ridículas( e que são minhas marcas de guerra!!!!) e 20cm a mais de cabelo!

O blog em si, vai ser um acompanhamento da minha vida e dicas.
Muitas surpresas virão por aí. 😀
Página 4 de 41234
Translate »