19.08.2017

Nipsu – virei madrasta felina

Posso dizer que como não tenho nenhum petzinho aqui na Finlândia, toda casa que vou, os bichinhos me adotam e me amam.

Foi aí que virei madrasta felina da Nipsu, a gata do Jerry.Pai e filha. 

O Jerry sempre falou que a Nipsu se escondia quando ele tinha alguma visita ou que ela nem chega perto pra cheirar nenhum humano. Também contou sobre as formas que ela demonstra carinho: lambendo o cabelo e o nariz.

E então me ofereci para Cat-Sitter (babá de gato) enquanto ele foi passar 3 semanas na Espanha. Dormiria na casa dele algumas noites e cuidaria da alimentação e higiene dela.

Aos poucos ela foi se aproximando, dormindo comigo, lambendo meu cabelo e quando recebi a primeira lambina no nariz, ele me denominou madrasta. Na verdade ela me escolheu, o Jerry só felou pra que eu entedesse os sinais. 

Como sempre divido tudo sobre meus dias e quem me segue no instagram @carapinheiroo deve ter percebido as 300 fotos que tiramos juntas, tive que dividir alguns dos nossos momentos aqui!

” Você já tá dormindo?!” “Que ‘cê tá fazendo?!”“Fica braba não!” “Vish não é vídeo?!” Companheira de leitura <3 “Vou ligar pro meu pai…”

 

Nipsu(Sniff em inglês): é amado na família de Moomis porque Hosuli e Sosuli o afogaram quando ele ainda era pequeno. É é ganancioso e ligeiramente covarde, tímido, e assim significa liberdade para ele assustar os medos.

O que acharam dessa fofurinha?!

Qual o nome do pet de vocês?!

Translate »