24.08.2016

A eloquencia de Die Antwoord

Die Antwoord | A Bela, não a FeraPra quem não sabe, o significado de eloquência é basicamente o poder persuadir na fala ou conseguir se expressar com desenvoltura. Digamos que o Die Antwoord chegou onde chegou porque a Yo-Landi e o Ninja se expressam com seu ZEF side (Cultura ZEF: é pobre mas ostenta, colocando ouro no pescoço e equipando o carro.)

Em meados de 2012, um amigo me mostrou o clipe Baby’s on fire e a música ficou na minha mente por muiiiito tempo. Tipo quando o ‘bomxibom bom bom’ gruda, sabe?!

Como peguei bem no comecinho do BOOM dos clipes dele, a cada novo vídeo, eu saia mostrando pra todo mundo e dividindo um amor musical que é a mistura de rap & rave mas nem sempre as pessoas gostavam e/ou até me achavam estranha pelo gosto 🙁

A medida que você vai escutando as músicas, percebe que além do inglês rola algum outro idioma/dialeto e foi assim que descobri que o casal é da Africa do Sul! E sim, eles são um casal que tem uma adolescente chama Sixteen Jones 😀

Ela aparece no clipe I Fink U Freeky segurando uma cobra… Dá uma olhada!

A minha preferida de todas é a Cookie Thumper, que rola dentro de um internato! Aliás, a maioria dos clipes tem uma história bem Freaky&Cute HAHA

Uma pergunta que reina na minha mente é como eles conseguiram fazer a Dita Von Tease aparecer no mesmo clique que o Marilyn Manson mas né… Assistam Ugly Boy *-*

Se você acredita em Aliens e amor pós morte, esse Short Filme #SEMNOÇÃO -já assisti umas cinco vezes e não vi nexo em nada – vai te prender por uns minutos.

Ano passado foi lançado o filme Chappie, uma ficção científica, em que Ninja e Yo-Landi interpretam eles mesmos. Na trama, um cientista cria um robô que tem o aprendizado como o de crianças, só que muitas vezes mais rápido

Eu passaria horas escrevendo sobre o quão vibe é ouvir as músicas deles (é um vício tal qual o Machine Gun Kelly, pra mim *-*) que prefiro deixar mais uma música e esperar pelo que vocês vão comentar á respeito!

Die Antwoord | A Bela, não a Fera

Se você tá procurando alguma música animada, que te coloca pra cima e é estranha o suficiente, tá aqui o novo queridinho ♥

Instagram da Yo-Landi

Instagram do Ninja

♥ Site Oficial DIE ANTWOORD ♥

BEDA 2016

25.02.2016

52 álbuns em 52 semanas – ( Fevereiro/2016)

52 álbuns para escutar | A Bela, não a Fera

5º Semana

CD Oceanborn- Nightwish

Nightwish – Ocean Born

Ano: 1998 / Formação: Tuomas Holopainen(teclado) / Emppu Vuorinen (guitarra)/ Tarja Turunen (vocais) / Jukka Nevalainen (bateria) / Sami Vänskä (baixo)

Disco pai: Pantera – Powe Metal (1988)/ Disco Filho: Nightwish – amaranth (2007)

 

 TOP 3 HITS

TAG – Para quem gosta de: #Cabeludos #Corselet #IdadeMédia #Vinho #Finlândia

Todo mundo conhece uma música ou outra do Nightwish, como a famosona Nemo. Eu nunca tinha parado para ouvir a banda nascida na Finlândia, país que desejo tanto ir visitar. Ouvi na academia e para dormir e em ambos, combinaram o embalo do meu sono. Quem me indicou foi a Keyko! Confesso que sou bem chata com cantoras mulheres mas gente, o que é essa Tarja cantando? Arrepia todos os pelos do corpo…

6º Semana

CD pense - além daquilo

Pense – Além daqui que te cega

Ano: 2014 / Formação: Lucas Guerra / Cristiano Souza / Judá Ramos / Ítalo Nonato / Danilo Vilarino

Disco pai: Dead Fish – Zero e um (20014) / Disco Filho: O próximo CD dos caras virá de boa prole

 TOP 3 HITS

TAG – Para quem gosta de: #Mosh #CordãonaChave #Bonépratrás #Política #UsarOCérebro

Dentre tantas bandas de HardCore que escuto, já tinha ouvido falar da Pense mas nunca tinha ido atrás do som até o colega Angelo me indicar. Coloquei o DeadFish como disco pai mas eles meio que soam como Comeback Kid! Letras para você pensar e repensar a vida.

7º Semana

Nine inch nails - Pretty hate machine

Nine Inch Nails – Pretty Hate Machine

Ano: 1989 / Formação: Trent Reznor/ Flood/ Adrian Sherwood/ Keith LeBlanc/ John Fryer

Disco pai: Soundgarden – Ultramega OK (1988) / Disco Filho: Nine inch Nails – The Downward Spiral (1994)

 TOP 3 HITS

TAG – Para quem gosta de: #Psicodelia #Sintetizador #Máquinas #ExperimentarNovasCoisas

Definitivamente NIN é uma das minhas bandas preferidas que saem do padrão de coisas que normalmente escuto. É totalmente industrial e loucura megalomaníaca a cada música, tanto que sou apaixonada pela música Closer. Pegar e escutar faixa a faixa de Pretty Hate Machine me fez ficar ainda mais apaixonada por essa banda, e tenho a certeza que nunca terá nenhuma parecida.

8º Semana

Jon Spencer - Acme

Jon Spenser – Acme

Ano: 1998 / Formação: Calvin Johnson/ Steve Albini/ Dan the Automator/ Suzanne Dyer/ Jim Dickinson/ Alec Empire

Disco pai: Beastie Boys – Check your head (1992) / Disco Filho: Cibo Matto – Viva! La Woman  (1994)

 TOP 3 HITS

TAG – Para quem gosta de: #FestasIndie #NewYork #ÓculosDeSol #Rimas

Nunca nem tinha ouvido falar desse cara mas quando vi que as indicações sonoras pendiam para o Beastie Boys, decidi dar uma chance ao cara de cabelo playmobil. Continua não sendo um dos meus álbuns preferidos do mês de fevereiro mas valeu a pena parar e ouvir faixa á faixa.


Gostei da variedade desse mês. Acabei ouvindo um álbum inteiro de banda que eu nunca tinha parado para analisar calmamente.

No mês de Março vai rolar banda nacional, rap e clássico do rock.

Não se esqueça, a postagem do 52 álbuns em 52 semanas aparece na última quinta-feira do mês!

Não entendeu como funciona o desafio musical? Clica aqui.

Confira como foi o mês de Janeiro aqui.

Tem algum som que gostaria de indicar pra eu ouvir? Deixa nos comentários!

28.01.2016

52 álbuns em 52 semanas – (Janeiro/2016)

52 álbuns para escutar | A Bela, não a FeraTchanãnã… Chegou a hora de revelar os 4 primeiros artistas das 4 semanas de Janeiro do projeto 52 álbuns em 52 semanas!

1º Semana

Chet Flaker - Built on glass

Chet Flaker – Build on glass 

Ano: 2014 / Formação: Nicholas James Murphy (Chet Flaker)

Disco pai: MØ – No Mythologies to follow (esse álbum tem 1 mês de diferença e considero algo bem próximo)/ Disco Filho: Ainda não rolou algo tão bom para meu conhecimento

 TOP 3 HITS

TAG – Para quem gosta de:  #CorrernaPraia, #MorrerdeTédionoSofá, #Ácido, #StripTease

 Um carinha que eu estava conhecendo me indicou esse som que me causou um pouco de estranheza: não conheço muito desse estilo eletrônico de música, ainda mais Australiana. Confesso que viciei de primeira! Coloquei no IPod para escutar enquanto caminhava na praia. É uma vibe muito diferente da que estou acostumada a ouvir. Caiu como uma luva para meus dias de clima litorâneo. 00

2º Semana:

R.E.M - Automatic for the people

R.E.M – Automatic For The People

Ano: 1992 / Formação: Michael Stipe (voz), Mike Mills (teclado/baixo), Peter Buck (guitarra/bandolim), Bill Berry (percussão)

Disco pai: Smiths – The Smiths/ Disco Filho: Pavement – Terror Twilight

 TOP 3 HITS

TAG – Para quem gosta de: #EscreverSobreaMelancolia, #FicardePijama, #VerAChuvaNaJanela

 Sabe aquela semana de dúvida sobre tudo que está acontecendo em sua vida? Coincidiu com a semana que eu teria que escutar o Automatic for the people do R.E.M. E TO-DAS as vezes que Everybody hurts tocou no meu IPod, eu comecei a chorar. A letra é tão intensa, e eu já estava curtindo meu lado melancólico e introspectivo que me deixou com os sentimentos á flor da pele. Digo com certeza que essa música pode ter tocado no momento certo para muitos jovens e ter salvo a vida de cada um deles. “Não desista nem de si mesmo, pois todo mundo chora, e todo mundo sofre, ás vezes…”

Curiosidade: Kurt Cobain esteve ouvindo este álbum durante um período antes de cometer suicídio. De fato, a canção Everybody Hurts foi composta por Michael Stipe (com música de Bill Berry) como uma reação à onda epidêmica de suicídios entre pessoas jovens.

3º Semana:

Good Tiger - A head full of moonlight

Good Tiger – A Head Full of Moonlight

Ano: 2015 / Formação: Michael Stipe (voz), Mike Mills (teclado/baixo), Peter Buck (guitarra/bandolim), Bill Berry (percussão)

Disco pai: Of Mice and Man – The Flood/ Disco Filho: Ainda não deu tempo de sair desse som uma inspiração que eu tenha conhecido.

 TOP 3 HITS

TAG – Para quem gosta de: #JonnyCraig, #HouseParty, #PássarosMortos, #Emuladores

Meu amigo Dalmo que recomendou essa banda. Ele sempre teve gostos bem próximos aos meus e sempre foi mais a fundo procurando bandas. Fazia um tempinho que eu não escutava um metal progressivo. A música “Understanding the silence” fez com que eu lembrasse de uma música do Of Mice and Man chamada ‘When you can’t sleep at the night‘, que por sinal, embalou muitas de minhas noites de choro.  O álbum tem uma variação entre o metal com screamos (gritos) e músicas de calmaria.

4º Semana:

The Clash - The Clash The Clash – The Clash 

Ano: 1977 / Formação: Joe Strummer (vocal e guitarra), Mick Jones (guitarra), Paul Simonon (baixo), Terry Chimes (bateria)

Disco pai: The Stooges – Raw Power/ Disco Filho: Libertines – Up the Bracket

 TOP 3 HITS

TAG – Para quem gosta de: #Coturno, #Punk, #ProtestarPelosDireitos, #Inglaterra

✓ Punk rock do melhor! Quem gosta de Sex Pistols pode gostar de Clash mas as bandas se odiavam! HAHAH Como primeiro álbum, o The Clash conseguiu alcançar o público e ficou por um bom tempo na mente -tanto que até hoje, vemos pessoas com a camiseta deles por aí. Mesmo com seus quatro acordes, batidas rápidas e críticas políticas, podem passar mais 40 anos e esse álbum estará sempre no topo! “Policiais e ladrões nas ruas. Amedrontando a nação com suas armas e munição.”


Esses foram os quatro primeiros álbuns do projeto!

O projeto 52 álbum em 52 semanas serão sempre postados na última quinta-feira do mês, juntando os quatro álbuns! Se tiver alguma dúvida, dá uma olhada AQUI!

Para matar a curiosidade: Em Fevereiro teremos um pouco de gótico, banda nacional, blues e experimental!

E aí, o que acharam? Já conheciam essas bandas? Tem sua música preferida e gostaria de pedir para que eu escutasse-a com mais carinho? Falaí!

Página 4 de 111 ...12345678... 11Próximo
Translate »