21.11.2015

Minha história em 10 músicas

A Bela não a fera música

Quem me conhece saber que eu acordo e ligo o Spotify, se ‘tou triste, feliz, cozinhando, tomando banho… Enfim, eu sempre tô escutando músicas!

Vi essa TAG no blog do Rafael , o e decidi fazer.

Minha história em 10 músicas: 

1 – UMA MÚSICA QUE TE LEMBRE UM MOMENTO BOM.

The Beatles! Toda e qualquer música, independente da letra, faz com que eu lembre dos momentos com meu pai, quando eu era pequena e ele ficava trocando violão. Assim que a modernização começou, nosso vício Beatlemaniac aumentou e vai desde canecas, camisetas, DVD e euzinha com uma tattoo.

2 – UMA MÚSICA QUE DEFINA SUA VIDA.

Quando tatuei ‘Live fas, die young’ no peito, era por causa do Motorhead e do Joony Cash. Quando conheci essa música -que por sinal é a única que gosto deles 😡– explicou EXATAMENTE minha vida. Vale a pena ver a letra, quem não manja de inglês.

3 – UMA MÚSICA QUE TE FAZ DANÇAR NA BALADA.

Olha…Balada eu não frequento MÃAS eu danço em casa. SEMPRE! Sempre ao som de Nikki Minaj, Katy Perry, Beyoncé só que ultimamente a Iggy me ganhou! E porque tento fazer aquela anomalia que ela faz no minuto 2:30 😡

4 – UMA MÚSICA TEMA DO SEU ÚLTIMO RELACIONAMENTO.

Pra mim, só tive um relacionamento de verdadinha, que foi em 2012. Na época, o Sleeping With Sirens era uma das bandas que eu mais escutava e cara, EU NÃO SEI QUANTAS VEZES EU OUVI ESSA MÚSICA. Fora que ficou gravada para sempre na minha mente, meu ex cantando essa música pra mim, bem baixinho, olhando nos meus olhos e me fazendo sentir única… até que né… HHAHAH. E ao contrário das pessoas que dizem ‘não coloque uma música que você goste no seu relacionamento que quando acabar, você vai odiar a música!’ , eu ainda amo escutar essa música.

5 – UMA MÚSICA QUE SEMPRE TE FAZ CHORAR.

Adele embaladora de noites chorosas quando me acho a última garota do universo. Todo toco, momento de indecisão e necessidade de cantar em plenos pulmões– e chorando ao mesmo tempo kkk-  tem uma playlist iniciada com I found a boy  ♥

7 – UMA MÚSICA QUE VOCÊ GOSTARIA DE TATUAR.

Pelas minhas tattoo’s vocês bem sabem que tenho desenhos relacionados á bandas: My Chemical Romance, The Used, McFLy, Beatles, Motorhead, HIM, Boucing Souls… Não sou muito fã de tatuar frases e tal e parei um bom tempo pensando o que gostaria de tatuar relacionado a alguma música. DEFINITIVAMENTE eu quero desenhar uma arma AK-47 alusiva ao Machine Gun Kelly. Provavelmente será a próxima tattoo :p

8 – UMA MÚSICA PARA SE ACONCHEGAR NELE.

Não tem exatamente um ‘ele’, sabe? Quando começo a ter devaneios de como seria ter um colo para dormir protegida penso logo em Incubus. Todas as músicas deles me embalam em calmaria e fazem com meu coração diminua a ansiedade.

9 – UMA MÚSICA EM QUE ESTOU VICIADO AGORA.

Machine Gun Kelly amô meu. Não consigo parar de escutar as músicas dele. De escutar a voz dele me dizendo apenas verdades. De ver o rostinho dele – eita crush pós adolescência.

10 – UMA MÚSICA PARA LEMBRAR-SE DE MIM.

No começo do ano, quando minha amiga preparava a mala dela pra ir embora para Buenos Aires, Elvis cantava e essa música começou. Ela parou de fazer o que fazia e falou ‘Sua música, Bela! Vou sempre lembrar de você com ela!‘. Melhor do que você se definir, é quando alguém te define. E MUITO BEM! HAHAHA

 

PS: Esse post demorou quase uma hora para ser feito por motivos de me perder loucamente entre músicas que deveria ou não colocar aqui e  músicas que começaram a tocar enquanto escrevia.

19.11.2015

Survivor na versão de Clarice Falcão

Clarice Falcão Survivor A Bela nao a Fers

Em sua versão original, o antigo grupo musical Destiny’s Child, da linda e bela Beyoncé  lançava o HIT Survivor.

A letra tem tudo para fazer com que o poder feminino sempre existirá juntamente com a independência e liberdade.

Dá uma olhada no trecho: 

“Now that you’re out of my life. I’m so much better.
You thought that I’d be weak without you but I’m stronger.
You thought that I’d be broke without you but I’m richer.
You thought that I’d be sad without you, I laugh harder.
You thought I wouldn’t grow without you now I’m wiser.
Though that I’d be helpless without you but I’m smarter.
You thought that I’d be stressed without you but I’m chillin’.
You thought I wouldn’t sell without you: Sold 9 million.”

“Agora que você está fora da minha vida estou muito melhor.
Você pensou que eu estaria fraca sem você mas estou mais forte.
Você pensou que eu estaria falida sem você mas estou mais rica.
Você pensou que eu estaria triste sem você, eu rio mais.
Você pensou que não cresceria sem você, agora estou mais sábia.
Você pensou que eu estaria desamparada sem você mas estou mais esperta.
Você pensou que eu estaria mais estressada sem você mas estou tranquila.
Você pensou que eu não conseguiria vender sem você: Vendi 9 milhões”

Nada melhor do que palavras para descrever o que passa na mente de milhares de mulheres, não é?!

Imagine só unir essas palavras com a atitude das mulheres enquanto a música discorre? Foi o que a Clarice Falcão fez no clipe com a versão Survivor.

Para quem não conhece a Clarice Falcão, ela tem músicas super fofas sobre como superar o fim de relacionamentos super bem SÓ QUE NÃO.

 

18.11.2015

Resenha: A Playlist de Hayden

A playlist de Hayden A Bela não a FeraA Playlist de Hayden

Autor:Michelle Falkoff

Editora: Novo Conceito

Mais informações: Skoob
Sinopse: Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola, o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente. Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava. A PLAYLIST DE HAYDEN é uma história inquietante sobre perda, raiva, superação e bullying. Acima de tudo, sobre encontrar esperança quando essa parte parece ser a mais difícil.A Playlist de Hayden A Bela não a FeraVi vários blogs postando sobre o livro assim que saiu e fiquei curiosa de saber, só pela chamada da contra capa. Não li resenhas e me segurei muito para não comprar o livro. Até que um dia OPA, ELE PULOU NA MINHA BOLSA.

Li o livro em dois dias.

O tema do livro A Playlist de Hayden é delicado: O bullying. Como a maior parte de vocês sabem, sou professora e ler esse livro me fez entrar um pouco mais no dia a dia dos adolescentes.

Um fato, logo ao início da obra, é o de que Hayden já esperava que quem o encontrasse morto no próprio quarto fosse Sam. O que ele deixou não fora um bilhete como geralmente se espera (e que nunca responde de fato o que o fez se matar). Vem em forma subjetiva. Tendo a resposta clara nos últimos capítulos.

A playlist de Hayden A Bela não a Fera

Das resenhas que li, percebi que no final da leitura as pessoas não entenderam a relação das músicas com o que Hayden queria dizer mas só de pensar quando estamos tristes: a música fala por nós. Quando estamos felizes, baladeiros, românticos… Foi isso que Hayden quis mostrar, por exemplo, com a canção Adam’s Song do Blink 182:

Eu nunca pensei que morreria sozinho
Eu ria o mais alto, quem iria saber?!
Eu segui o cabo até a parede
Não é surpresa ele não estar plugado
Fiz tudo ao meu tempo, me apressei
A escolha foi minha, eu não pensei o suficiente
Estou muito deprimido pra continuar
Você vai ser arrepender quando eu me for

Essa música tem a letra tão intensa que explica totalmente o sentimento de qualquer jovem que sofre agressões físicas e/ou morais.

E a cada capítulo, enquanto seu amigo Sam tentava descobrir o por que Hayden teria tirado a própria vida… As músicas diziam o quão solitário Hayden era. Que desapareceria se pudesse. Que o relacionamento ruim com os pais, a dificuldade de aprendizado e o bullying que sofria de seu irmão e colegas (gangue?).

A construção de cada personagem com sua naturalidade e pontos em comum com jovens que conheço me fizeram devorar o livro e fazer com que eu recomende para TO-DOS! E entrou na minha lista de preferidos.

A autora conseguiu abordar o assunto bullying e suicídio de uma forma intrigante e questionadora, fazendo com que a cabeça permaneça com vários ‘porquês’.

Esse livro me fez pensar em TODOS os Haydens, Daniel’s, Gabriel’s, Michelle’s… Todos os jovens que passam por isso TODO DIA.

Esse livro é por TODOS os jovens que pensam em sumir ‘de uma vez‘. Faz com que percebam o quão dura continua a vida de quem vive ao redor.

Página 5 de 111 ...123456789... 11Próximo
Translate »