19.07.2016

Resenha: Percy Jackson e O último Olimpiano #5

Percy Jackson - O último olimpianoPercy Jackson e os Olimpianos – O último Olimpiano

Autor: Rick Riordan
Ano: 2010
Editora: Intrínseca
Páginas: 384
Mais informações: Skoob (4,6)

Sinopse: Os meios-sangues passaram o ano inteiro preparando-se para a batalha contra os titãs, e sabem que as chances de vitória são pequenas. O exército de Cronos está mais poderoso que nunca, e cada novo deus ou semideus que se une à causa confere mais força ao vingativo Senhor do Tempo. Enquanto os olimpianos se ocupam de conter a fúria do monstro Tifão, Cronos avança em direção à cidade de Nova York, onde o Monte Olimpo está precariamente vigiado. Agora, apenas Percy Jackson e seu exército de heróis podem detê-lo. Nesse quinto livro da série, o combate que pode acarretar o fim da civilização ocidental ganha as ruas de Manhattan, e Percy tem a terrível sensação de que sua luta, na verdade, é contra o próprio destino. Revelada a sinistra profecia acerca do décimo sexto aniversário do herói, ele enfim encontra seu verdadeiro caminho.Percy Jackson O último olimpiano | A Bela, não a Fera

Demorou mas finalmente está aqui a resenha do último livro da série Percy Jackson e os Olimpianos. Só para deixar claro: me sinto orfã.

Evolução do personagem Percy Jackson durante toda a saga é algo que eu queria para minha vida, se eu não fosse uma mera mortal: ele entendeu as suas fraquezas, nos momentos difíceis soube lembrar dos amigos e outras qualidades necessárias para ser chamado de herói. Ele tornou-se um herói no exato momento em que não pensou como um.

Não dá pra engrandecer apenas o filho de Posseidon mas afamar Annabeth foi de enorme importância na vida de Percy. Além de ser impossível não comentar o crescimento intelectual Grover, como Nico di Angelo dá sequencia ao que quer com sua perseverança  e Luke que encontrou numa antiga promessa algo que traz o sustento emocional de cada criatura: A Familia!

O Último Olimpiano encerra de forma épica. todas as perguntas foram respondidas, todos os personagens, bons ou maus, tiveram um final digno. Tudo foi narrado na maior perfeição, não tenho nada para reclamar. Deixando claro na vida de todos que leram o quanto foi ensinado de mitologia grega para uma geração desligada dos velhos tempos. Sendo assim única e sem necessidade de ser comparada a nenhum outro do gênero da fantasia.

Algo diferente que aconteceu neste livro é que os deuses menores ganham um destaque maior. Com a ausência dos grandes deuses, esses se tornaram os únicos prontos a ajudar.Percy Jackson O último olimpiano | A Bela, não a FeraMe deu aquele aperto no coração, quando acabei a última página e fechei o livro. Nunca mais irei ler novos livros da série Percy Jackson, um dos maiores heróis de todos os tempos… mas irei sempre reler, isso podem ter certeza. A questão é: será que algum dia irei ler uma série tão sensacional assim?

“Sete meio-sangues deverão atender o chamado
Pela tempestade ou fogo, o mundo deverá cair.
Um juramento deve manter um último suspiro,
E inimigos carregarão suas armas para os Portões da Morte.”

Sei que muitos vão falar para eu ler Heróis do Olimpo. E quer saber? Tô dentro! Saga Percy Jackson e os Olimpianos | A Bela, não a Fera

Leia as outras resenhas:

14.07.2016

O que estou fazendo? Julho em Amsterdam

A

Nesse momento estou sentada em uma daquelas camas de hotel tão fofinhas que você acaba sendo engolida pelo colchão enquanto o boy dorme como uma criança. Tudo isso em Amsterdam, Holanda 😀

Não vou escrever muito sobre o passeio ainda por que estamoa no segundo dia aqui ( chegamoa terça -12 e vamos embora dia 20, temos mais 7 dias por aqui só que não escolhemos o destino ainda) e temos muito o que ver.

Pra matar a curiosidade do que estou fazendo: alugamos bikes, estamos 24-7 chillin’ sem medo e aproveitando a companhia um do outro ( como meu pai disse: lua de mel adiantada hahaha) 💜

Conto mais pra vocês logo logo!

Fiquem de olho no instagram 💜

12.07.2016

Resenha: Depois de você

Resenha: Depois de você | Jojo Moyes

Depois de você

Autor: Jojo Moyes
Ano: 2016
Editora: Intríseca
Páginas: 320
Mais informações: Skoob (4,0)
Sinopse: Em Depois de você, Lou ainda não superou a perda de Will. Morando em um flat em Londres, ela trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, Lou cai do terraço. O terrível acidente a obriga voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, a única pessoa que parece capaz de compreendê-la. Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto. Os membros compartilham sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos. Tudo parece começar a se encaixar, quando alguém do passado de Will surge e atrapalha os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente.Resenha: Depois de você | Jojo Moyes

A vida é um ciclo eterno: quando uma história termina, outra tem que começar. E não foi diferente com a vida de Lou, que virou de cabeça pra baixo desde que conheceu e perdeu Will.

E esse é o livro da Lou depois de Will. Na continuação da narrativa, ela não está menos perdida ou mais segura de si mesma… Continua aquela bagunça (que todos nós somos, sempre) e somos obrigados a ter uma relação de amor e ódio com suas atitudes, na verdade, ela faz isso o livro inteiro.

O livro não tem nada de monótono, muitos altos e baixos, quando aparece uma chance de algo dar certo na vida, Lou faz uma má escolha e acaba atrapalhando tudo. Algumas escolhas foram com boas intenções, colocando sempre a felicidade dos outros acima da sua, ajudando quem não quer ajuda, mas apesar disso ser um belo gesto e que lembra muito a mim mesma.

Tudo que Lou faz pela nova personagem (que não vou entrar em detalhes para vocês ficarem muito curiosos de ler) é para tentar suprir a perda de Will -para ambas. E sim, essa personagem consegue ser mais irritante que a própria Louisa Clark e sua dúvida de Ser ou Não Ser.

Me emocionei muito mais com Depois de você, do que com o primeiro. Digamos que seja por causa de tudo que aconteceu no primeiro livro e a vida simplesmente acontecendo.

Percebi que Jojo Moyes não tinha a menor intenção de escrever uma continuação para Como eu era antes de você, tudo bem se o livro tivesse acabado por ali. Teria sido apenas outro livro apelativo que li. Eu nem acho que a escritora foi pressionada pelos cinco milhões de leitores inconformados com o destino dessa personagem, magina!? Nós sempre queremos uma continuação quando nos apegamos a algum personagem.

E bem, pra mim, valeu muito a pena a continuação. Mostrou que apesar dos tombos, e da óbvia parte que a vida é feita de altos e baixos, a vida nos proporciona momentos maravilhosos, é só saber a hora certa de agarrar com os dois braços!

Se o primeiro livro aderia ao Carpe Diem, Depois de você reafirma: continue e viva um dia de cada vez.

 

Jojo Moyes: Como eu era antes de você e Depois de você

Página 1 de 18612345... 186Próximo