05.12.2016

6 Livros Natalinos 🎄📚

6 Livros Natalinos | A Bela, não a Fera

Vou ser bem sincera com você: não li nenhum ds livros indicados abaixo! 😅 Aceito de presente!

Acredito nunca ter lido nenhum livro com Natal envolvido!

Vamos á lista

Livro A Christmas Carol | A Bela não a FeraUm Conto de Natal (A Christmas Carol)

Charles Dickens – 1843

Páginas: 146

Skoob: link 4.2

Sinopse: O enredo nos traz a figura de Ebenezer Scrooge, um avarento homem de negócios londrino, rabugento e solitário, que não demonstra um pingo de bons sentimentos e compaixão para com os outros. Scrooge não deixa que ninguém se aproxime e rompa a sua dura carapaça, preocupando-se apenas com os negócios, o dinheiro e os lucros. No anoitecer frio da véspera natalina, ele é visitado pelo fantasma de Jacob Marley (seu antigo sócio comercial, morto há sete anos) que o repreende e anuncia que Scrooge se prepare, pois será visitado por três espectros do seu próprio passado, presente e futuro… A história da redenção do velho Scrooge vêm comovendo adultos e crianças de todas as épocas.

O quebra nozes e outras historias | A Bela, não a Fera

O Quebra-Nozes e Outras Histórias

Geraldine McCaughrean – 2001

Páginas: 39

Skoob:  link 4.1

Sinopse: Três histórias universais que viraram balés inesquecíveis: “Quebra-nozes”, de Tchaikovsky, que se inspirou nos contos fantásticos de Hoffmann; “A Bela adormecida” e “A sílfide”, que trata da paixão de uma fada por um camponês. Quebra-Nozes, um soldadinho de madeira, com um grande sorriso. Sua boa, com enormes dentes afiados, se abria quando alguém levantava as abas de seu casaco, e ele podia quebrar com rapidez as nozes e avelãs da ceia de Natal.

Noite de natal | A Bela, não a FeraNoite de Natal (The Night Before Christmas)

Nikolai Gógol – 1831

Páginas: 80

Skoob:  link 4.0

Sinopse: Esse conto estonteante conta a batalha do ferreiro Vakula com o diabo, que roubou a lua e a escondeu no bolso, permitindo-lhe causar estragos na aldeia de Dikanka. Tanto o diabo como Vakula estão apaixonados por Oksana, a garota mais bonita de Dikanka. Vakula está determinada a conquistá-la; O diabo, igualmente determinado, desencadeia uma tempestade de neve para impedir os esforços de Vakula. Zany e travesso, e inspirando-se das histórias folclóricas da aldeia distante de Gogol na Ucrânia. The Night Before Christmas é a base para muitas adaptações de cinema e ópera, e ainda é lido em voz alta para as crianças na véspera de Natal na Ucrânia e na Rússia.

O Natal do Charlie Brown | A Bela, não a FeraO Natal de Charlie Brown (A Charlie Brown’s Christmas)

Charles M. Schulz -2011

Páginas: 48

Skoob:  link 4.2

Sinopse: As famílias estão enfeitando suas árvores, comprando presentes e combinando onde vão passar essa noite tão especial. Mas para Charlie Brown, o espírito natalino já não é mais o mesmo, e a festa se tornou um grande evento comercial. A turma de Charlie Brown quer animar o amigo, mas não há nada que faça ele mudar de opinião. É aí que uma arvorezinha miúda e sem folhas entra em cena, para revelar o verdadeiro significado do Natal.

O Expresso Polar A Bela, não a FeraO Expresso Polar (The Polar Express)

Chris Van Allsburg – 1985

Páginas: 32

Skoob:  link 3.8

Sinopse: Na véspera de Natal, um menino ouve um barulho que vem do lado de fora de casa. Quando ele olha pela janela, descobre que há um enorme trem parado logo em frente: é o Expresso Polar, que irá conduzi-lo numa viagem de sonho e fantasia rumo ao Pólo Norte, residência oficial do Papai Noel. “O Expresso Polar” é um clássico natalino que nunca sai de moda, e que, apesar de ter sido lançado originalmente em 1985 e ter vendido milhões de cópias em todo o mundo, ainda hoje, quase vinte anos depois, é o atual nº 1 na lista dos mais vendidos do jornal New York Times.

Como o Grinch Roubou o Natal | A Bela, não a FeraComo o Grinch Roubou o Natal (How the Grinch Stole Christmas )

Dr Seuss – 2000

Páginas: 64

Skoob:  link 4.2

Sinopse: O Grinch é um dos personagens mais conhecidos de Dr. Seuss. Nervoso e emburrado, esse monstrinho não quer deixar as festas de fim de ano acontecerem: “O Grinch odiava o Natal! A véspera e toda aquela função!Por favor, não pergunte por quê. Ninguém sabe a razão.Talvez porque ele tivesse um parafuso a menos.Talvez, quem sabe, seus sapatos fossem muito pequenos.Mas eu acho que o motivo mais corretoÉ que ele não tinha o coração do tamanho certo.Mas,Qualquer que fosse a razão,Os sapatos ou o coração,Ele ficava, na noite natalina, odiando a Quem-fusão,Olhando de sua caverna, com uma careta grinchenta e azeda,Lá embaixo, na aldeia, as janelas acesas.Pois ele sabia que cada Quem daquele povinhoEstava ocupado, pendurando enfeites de azevinho.

Você já leu algum desses? Conta pra mim o que achou da leitura!BEFA - Blogagem Especial de Fim de Ano | A Bela, não a Fera

04.12.2016

Algumas memórias natalinas

Algumas Memórias Natalinas | A Bela, não a Fera

A memória mais antiga que tenho sou eu, abrindo um presente dentro do carro do meu pai, na porta da casa da minha tia no Tatuapé. Era uma boneca muito linda, que estava em uma bicicleta e com pilhas, ela dava seu rolêzinho com a bike. Deixei a boneca no carro e entramos na casa da minha tia. Sempre foi muito comum fazer amigo-secreto porque aí todo mundo recebia presente. E esse foi um dos natais que chorei COPIOSAMENTE ao abrir meu presente de natal: uma boneca na bicicleta, que meus pais reembalaram. Hoje eu entendo que as coisas não estavam tão bem pra esse negócio todo de presentes.

Nesse mesmo ano, passei uma semana na casa da minha madrinha – o que pareceu pra mim MESES – e meus primos tinham tudo de novo, inclusive o nintendo cube, e foram os melhores dias da minha vida jogando video game até que me fizeram provar o maldito tender com cravo e abacaxi. Porque?

Arquivo Pessoal | A Bela, não a Fera

Essa é uma foto da minha adorada boneca na motoneta, que desejei tanto e meus pais falaram pra eu não levar pra praia porque quebraria. Dito e feito!!! Mas ela ficou comigo por váaarios anos. OBS: olhem meu tenis verde limão do simba ali atrás!

Também lembro, que como não rolava muita grana pra árvore de Natal, meu pai pegava uma árvorezinha, tirava as folhas e enrolava em papel laminado dourado ou prata, enfeitávamos com bolas de Natal, pena que não dá pra mostrar as fotos porque todas ficaram lá no Brasil 😪

Em 1997 e 1998, viajamos em família (o que significa TODA a família por parte da minha mãe, que são em 12 irmãos…) para a Bahia! Um tio tinha uma chácara e nesses dois finais de ano, ficamos por lá. As memórias vão desde a primeira vez que nadei em um lago, a primeira vez que vi uma galinha chocando um ovo (assim como o dia que meu tio dormiu bêbado no celeiro, uma galinha botou um ovo no braço dele e ele passou o resto do dia andando com o ovo pra cima e pra baixo falando que era filho dele!) e a primeira vez que passei vergonha extrema na vida por ser gordinha.

Na adolescência, como a personalidade de rockeira do mal hail satan começou a dar sinal, junto com a separação dos meus pais, surgiu o desgosto da época. Á partir daí seria ver meu pai no shopping por algumas horas (porque ele estava ficando na casa das filhas da madrasta e nunca me convidaram para nenhuma celebração) e noites com minha mãe e a família bagunçada que amo tanto – ainda sem gostar muito da comemoração por não seguir o cristianismo.
Arquivo Pessoal | A Bela, não a Fera

-Vamos tirar uma foto em família? *Eu com o abacaxi. *

ACREDITE QUE ESSA FOTO ESTÁ NA SALA DA CASA DA MINHA AVÓ, EM UM PORTA-RETRATO ESCRITO A GRANDE FAMÍLIA.

UMA FOTO EM QUE ESTOU SEGURANDO UM FUCKING ABACAXI. 

Malditas batidas de pêssego. 😪🍷Arquivo Pessoal | A Bela, não a FeraEu e minha prima costumávamos nos arrumar só pra ficar tirando fotos 🤓

Aliás, minha mãe tem uma tradição de sempre montar a árvore de Natal em um certo dia de dezembro, que não lembro qual é e sempre desmontá-la no dia 10 de janeiro. Acho que tem algo com o Dia de Reis mas como não sou ligada a religião, não faço ideia. Ela é muito ansiosa com o lance de montar a parafernália toda, que todo ano é a mesma história: me ofereço para ajudar e quando aparecia na casa dela, já tava tudo feito. Arquivo Pessoal | A Bela, não a FeraNatais no shopping com o pai 😘 Arquivo Pessoal | A Bela, não a Fera

Natais felizes trabalhando na Daiso. Acreditem, eu era muito feliz lá 😍

Ano passado furei todo meu costume de Natal com a família, Ano Novo com os amigos e passei o Natal com a família da minha amiga da adolescência e Ano Novo com meu pai, ambos na praia.

Os planos de ter nossa própria tradição está no forno, o Antti quer fazer o tender e me ensinar a fazer a casinha do Papai Noel de biscoitos (Gingerbread house). Quero fazer com que ele tire aquelas fotos cafonas com roupas natalinas por diversão -porque é brega pra kct e nossos filhos vão rachar o bico.

Quero atolar o mês de coisas pra fazer pra não dar aqueles 5 minutos de desespero por não estar com minha família.

Não sei vocês com suas memórias infantis natalinas mas as minhas são um misto de nostalgia.

Decidi contar dessa forma fofa com as partes desastrosas porque é meu jeitinho fofo de relatar coisas da minha vida.

E qual é a sua memória mais engraçada? BEFA - Blogagem Especial de Fim de Ano | A Bela, não a Fera

03.12.2016

🎄Planos para Dezembro🎄

Meus planos para Dezembro 2016 - A Bela, não a Fera

Pra ser sincera, estou bem perdida com os planos para dezembro, nessa primeira comemoração de festas de final de ano longe da família e dos amigos. Meus planos sempre foram: Natal com a família, Ano Novo por aí com os amigos e por enquanto, a única ideia que tenho é que vamos para a casa dos avós paternos do Antti no dia 24.

Não temos decoração em casa ainda porque eu queria FAZER e eu não acho um diacho de papelaria ou algo do tipo por aqui. Chega a ser estranho a quantidade limitada de coisas que você encontra por aqui. Saudades papelarias do BR. 😪

Além do que, o Antti é meio Grinch por não gostar muito do Natal (na verdade, ele sofreu uma perda nessa época e não curte muito…)

Para a próxima semana, já coloquei no papel, vou voltar pra academia e que vou estudar um pouco de finlandês sozinha. Fiz até um planejamento em papel pra isso, tô orgulhosa de mim. Outra coisa que eu tive que focar na hora de criar a rotina foi incluir duas horas para fazer o post do dia pro BEFAsim, quero fazer ele no dia e quero ver quem vai me fazer programar! – e usar as 5 horas de luz solar que tenho para tirar fotos e fazer um banco de imagens para os dias de inverno trevoso que estão por vir. Sem falar que tá pra chegar uma encomenda do Aliexpress que tô super ansiosa pra fazer unboxing pra vocês!

Arquivo Pessoal | A Bela não a FeraQualidade da camera frontal do meu celular é tão amável, né? SQN😂

Também quero ir no centro da cidade (novamente, meu Grinch odeia o centro porque é ~~ cheio de pessoas ~~ ) e tirar fotos dela toda iluminada! Atualizando: Assim que escrevi essa linha, o Antti me levou pro centro pra fazer as fotos 😍😍😍 e eu parei de sentir meu dedão do pé em menos de 20 minutos caminhando… Logo tem fotos espalhadas pela postagem 🎇

Outra ideia que me veio em mente é fazer um jantar aqui em casa pros amigos do Antti. Só não sei como funciona por aqui, se eu preparo toda a boia e eles vem, ou se eles colaboram trazendo o prato de doce ou de salgado ~~ voz da tia da escolinha. 

Nessa de cozinhar( eu não levo jeito pra dona de casa, queria dizer que enquanto escrevo esse post, ele tá fazendo massa de pizza😂😂😂 ), quero fazer cookies bonitinhos pra tomar com chocolate quente depois de voltar da rua, já que mais um dos planos é fazer o GODAMN homem de neve.

Lá pro finzinho de dezembro, eu quero muito ~~ leia com letras garrafais e neon piscando ~~  conseguir ver a Aurora Boreal (Northern Lights) daqui de Tampere – sim, isso acontece em alguns dias e eu não vou precisar ir para morrer congelada na Lapônia! 😍

E não deixar pra última hora a escolha do que vamos fazer no dia 31 de dezembro – que eu não faço a mínima ideia do que eles fazem aqui. 😱

Quais são seus planos? Conta pra miiim! 😍BEFA - Blogagem Especial de Fim de Ano | A Bela, não a Fera

Página 1 de 20712345... 207Próximo
Translate »